/ralis/crr-campeonato-regional-ralis/rui-rijo-vence-rallye-casinos-do-algarve-campeao-dos-campeoes-regionais/
Rui Rijo vence Rallye Casinos do Algarve: Campeão dos campeões regionais | AutoSport

Rui Rijo vence Rallye Casinos do Algarve: Campeão dos campeões regionais

Por a 5 Dezembro 2021 15:43

Rui Rijo/Miguel Luz (Mitsubishi Lancer Evo VIII MR) ganharam o Rallye Casinos do Algarve e são por isso os vencedores da Taça de Campeões Ralis Regionais 2021/Claudino Romeiro, numa competição que teve diversos ‘campeões’ dos Grupos.

O Rallye Casinos do Algarve acolheu este fim-de-semana a Taça dos Campeões dos Ralis Regionais, competição para a qual estavam habilitados a competir os 5 melhores classificados nos grupos comuns aos cinco campeonatos regionais de ralis existentes em Portugal. A prova foi também a ronda de fecho dos Campeonatos de Portugal de GT e Clássicos, assim como do Campeonato Sul de Ralis (CSR).

O período tardio de atribuição da prova e o enorme congestionamento do calendário desportivo nacional levaram a que não fosse possível uma participação mais homogénea entre todos os regionais.

A ideia da FPAK era que a prova do Clube Automóvel do Algarve servisse como festa de fim ano dos ralis regionais, mas o tiro saiu pela culatra, pois foram poucos os concorrentes que, fora dos (naturalmente) Campeonato de Ralis Sul que decidiram marcar presença no Algarve.

A ideia, na teoria, é excelente, mas na prática, não resultou. Quem não tem culpa da ‘falta de comparência’ alheia são as equipas que marcaram presença na prova, e por isso Rui Rijo/Miguel Luz (Mitsubishi Lancer Evo VIII MR) são os vencedores da Taça de Campeões Ralis Regionais 2021/Claudino Romeiro e do Grupo P3-7. O rali foi para a estrada no sábado de manhã com a realização de um free practice e de uma qualifying stage em Porches, onde o mais rápido foi o Mitsubishi Lancer Evo VIII MR de Rui Rijo/Miguel Luz. Seria o início do domínio da dupla almancilense que assim foram os primeiros a partir para a estrada e alcançaram a liderança na primeira passagem por Portimão para nunca mais a largar. Além de uma primeira vitória à geral para Rijo no CSR, Miguel Luz conseguiu sagrar-se campeão sul de navegadores e ainda levaram ainda para casa a Taça dos Campeões das 4 Rodas Motrizes e do Grupo P3. 

Segundo lugar para João Bica/João Sena (Mitsubishi Lancer Evo IX), que depois de terem tido problemas de caixa de velocidades no primeiro dia de prova, caindo muitas posições na classificação geral, recuperaram de oitavo para a segunda posição da geral, sendo por isso os vencedores do Grupo X3-14.

Terceiro lugar para Nélson Silva/Paulo Silva (Mitsubishi Lancer Evolution VI) que estiveram durante metade da prova envolvidos numa grande luta pelo segundo lugar, que foi seu na PE3 e PE5, perdendo depois para João Bica. Foram segundos na X3-14.

Quarto posto para Nuno Carujo/Daniel Martins (Mitsubishi Lancer Evolution VI). Chegaram a ser segundos da geral na PE4, mas caíram para o quarto lugar na PE5, de onde já não mais saíram até ao fim da prova. Foram segundos do Grupo P3-7.

Paulo Correia/Tiago Amado (Peugeot 208 VTi) foram quintos da geral, os melhores das duas rodas motrizes, venceram por isso o Grupo P1-2, isto depois duma boa luta, primeiro com José M. Gomes/Bruno Pedrosa (Renault Clio R3), que que desistiram no primeiro troço de domingo devido a avaria, e depois com Luís Morais/Helena Maia (Peugeot 208 VTi), sextos da geral, pertencentes ao mesmo Grupo, tendo ficado separados por 11.1s.

Ainda nas duas rodas motrizes, outra luta gira de acompanhar foi no grupo X2-10 onde não só estava em jogo a Taça dos Campeões, mas também onde estavam os principais candidatos ao título do CSR das duas rodas motrizes. Acabaram por haver triunfos repartidos, com Viana Martins/Vitor Viegas (Renault Clio III RS), a garantirem a Taça e Paulo Anselmo/Pedro Dias da Silva a assinarem o título sulista. Também deste Grupo, os vimaranenses João Gonçalves/Rui Araújo (Honda Civic LSi) foram nonos da geral. 

Décimo lugar para Rui Santos/João Sebastião (Subaru Impreza STi N15), que ficou classificado na frente de Filipe Silva/Ricardo Martins (Citroën Saxo VTS), que triunfaram no Grupo X1-9, destacados na frente de Marco Ferreira/Edgar Gonçalves (Citroen Saxo Cup), que foram 12º da geral.

No Grupo X1 houve também bastante emoção, começando logo no free practice, quando um dos favoritos, Filipe Silva/Ricardo Martins, batem precisamente na primeira curva do percurso destruindo a frente do Citroen Saxo. À primeira vista parecia desistência certa mas a equipa barlaventina uniu-se, correu à oficina onde a viatura é preparada, e conseguiram trazer um manancial de peças que permitiu ao carro alinhar na prova. Luís Nascimento/Leonido Madeira (Opel Corsa A) também tiveram azar na mesma sessão com problemas de caixa de velocidades e transmissão no carro, conseguindo resolvê-los. Foram 15º da geral e venceram o Grupo X1-8.

Marco Ferreira/Edgar Gonçalves acabaram por assumir a dianteira no grupo, mas problemas no Citroen Saxo relegaram-nos para o segundo lugar do grupo no final, com Silva e Martins a conseguirem o que parecia ser no dia anterior uma tarefa impossível. Luís Nascimento e Leonido Madeira fecharam o pódio. Nota ainda também para o Grupo P2, onde Luís Almeida/Ricardo Bettencourt foram os vencedores no Fiat Punto HGT ex. António Gago, eles, que foram os únicos a chegar ao fim.

Registo ainda para o azar de um dos principais favoritos, Márcio Marreiros/Ricardo Barreto (Mitsubishi Lancer evo IX), que logo no primeiro troço tiveram problemas de suspensão e abandonaram a prova.

Nos RGT, Vitor Pascoal/Ricardo Faria (Porsche 911 GT3 Cup) precisavam de muito pouco para assegurar o título da sua categoria, e se inicialmente a luta foi equilibrada com Paulo Carvalheiro/Dércio Carvalheiro (Porsche 911 GT3 Cup), na PE4 a dupla do Porsche amarelo teve problemas com a correia de distribuição, perdeu mais de um minuto acabando por abandonar, deixando Pascoal sozinho em prova. O piloto de Baião assegurou no Algarve o título de Campeão de Portugal de R-GT.

Nos Clássicos, Nuno Carreira/Danny Carreira (Subaru Impreza WRX STI) já tinham assegurado o título em Viana do Castelo, e depois de dominarem até meio da prova, desistiram devido a uma saída de estrada em Monchique 2, quando já tinham mais de dois minutos de avanço para Luís Mota/Alexandre Ramos (Mitsubishi Lancer evo VI), que com isso triunfaram na prova. Victor Calisto/Márcio Calisto (Ford Escort RS 2000 MKI) foram segundos e naturalmente campeões da classe.

Notas ainda de destaque para o ótimo tempo no qualifying de Paulo Cruz/André Barras, com um dos responsáveis pela carreira de Ricardo Teodósio a surpreender muitos, para a Nuno Venâncio/Fernando Almeida (Mitsubishi Lancer Evolution VII) que souberam que iriam ficar sem a equipa de assistência programada para a prova a um dia do começo da mesma, para a presença dos andaluzes Federico Jimenez/Gonzalo Torres (Peugeot 205 GTI 1.9) ou duelo entre os Suzuki de Vítor Rodrigues/Pedro Contente e Eduardo Modesto/Guilherme Sousa e os Escort dos Calisto e de Pedro Franco/Vítor Sousa.

O Rallye Casinos do Algarve 2021 foi uma organização do Clube Automóvel do Algarve.


CLASSIFICAÇÃO

Pos.   Nº      Equipa         Carro  Grupo Tempo/Dif.

1        #4     Rijo Rui – Luz Miguel         Mitsubishi Lancer Evo VIII MR     P3-7   55:11.2

2        #7     Bica João – Sena João       Mitsubishi Lancer Evo IX   X3-14 +15.5

3        #9     Silva Nélson – Silva Paulo  Mitsubishi Lancer Evo VI   X3-14 +18.1

4        #3     Carujo Nuno – Martins Daniel      Mitsubishi Lancer Evo VI   P3-7   +44.9

5        #61   Pascoal Vítor – Faria Ricardo       Porsche 991 GT3 Cup       RGT   +1:07.9

6        #22   Correia Paulo – Amado Tiago      Peugeot 208 R2      P1-2   +1:48.9

7        #11   Morais Luís – Maia Helena  Peugeot 208 R2      P1-2   +2:00.0

8        #16   Viana Martins José – Viegas Vítor          Renault Clio III RS  X2-10 +3:18.8

9        #17   Anselmo Paulo – Dias da Silva Pedro     BMW 316i Compact E36    X2-11 +3:31.3

10      #21   Gonçalves João – Araújo Rui       Honda Civic LSi (EG4)      X2-10 +4:17.3

11      #8     Silva Santos Rui – Sebastião João         Subaru Impreza STi N15   X3-14 +4:27.8

12      #20   Silva Filipe – Martins Ricardo       Citroën Saxo VTS   X1-9   +4:31.8

13      #33   Reis Marco – Velykyy Volodymyr  Mitsubishi Lancer Evo VII  P3-7   +4:36.8

14      #72   Mota Luís – Ramos Alexandre      Mitsubishi Lancer Evo VI   H99-4 +5:17.3

15      #27   Ferreira Marco – Gonçalves Edgar          Citroën Saxo Cup    X1-9   +5:49.4

16      #10   Venâncio Nuno – Almeida Fernando       Mitsubishi Lancer Evo VII  X3-14 +6:22.5

17      #5     Tintim Vasco – Tintim Filipa        Subaru Impreza WRX STi   P3-7   +6:33.2

18      #15   Nascimento Luís – Madeira Leonildo      Opel Corsa A X1-8   +6:47.3

19      #19   Moreira Alfredo – Nogueira Pedro          Fiat Uno 45 S         X1-8   +9:50.4

20      #37   Jiménez Moreno Federico – Torres Herráiz Gonzalo    Peugeot 205 GTI 1.9        P2-3         +10:18.9

21      #24   Reis Luís – Figueiras Carina         Renault 11 Turbo    X2-10 +10:50.8

22      #12   Lopes Elísio – Vilas Boas Marco    Ford Fiesta R2        P1-2   +12:26.4

23      #18   Rodrigues Vítor – Contente Pedro         Suzuki Swift Sport Mk4     P1-2   +14:29.1

24      #35   Modesto Eduardo – Sousa Guilherme     Suzuki Swift Sport Mk5     X1-9   +14:30.8

25      #25   Almeida Luís – Bettencourt Ricardo        Fiat Punto HGT       P2-3   +15:19.7

26      #73   Calisto Victor – Calisto Márcio     Ford Escort RS 2000 MKI  H71-3 +16:09.6

27      #23   Franco Pedro – Sousa Victor        Ford Escort MK1     X1-9   +18:02.5

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Newsletter
últimas Autosport
newsletter