CRA: Tempo de decisões no Pico Play Auto Açoreana Rali

Por a 11 Outubro 2018 14:48

Realiza-se este fim de semana a penúltima prova do Campeonato dos Açores de Ralis. O VII Pico Play Auto Açoreana Rali tem lugar nos próximos dias 12 e 13 de outubro e estão previstas mais de 30 equipas na prova organizado pelo Pico Automóvel Clube. A prova começa amanhã sexta-feira, pelas 20 horas, com a realização da primeira especial de classificação. Para sábado, estão previstos oito troços. O Rali pontua igualmente para o Troféu de Ralis Asfalto Açores assim como para o Troféu de Ralis do Canal. Nas contas do campeonato, Bernardo Sousa tem agora 105.45 pontos, face aos 93.25 os de Rego. Ruben Rodrigues é terceiro, com 82 pontos.

1 – Azores Airlines Rallye: Triunfo de Ricardo Moura
Este rali marcou também o início do campeonato açoriano da modalidade. Neste particular a vitória coube a Ricardo Moura, que esteve sempre na frente da classificação e terminou muito destacado da concorrência. Bernardo Sousa foi quem rodou mais próximo do líder até desistir já no decorrer da segunda etapa. Tal abriu caminho a que Luís Miguel Rego subisse uma posição e terminasse em segundo este evento em que nunca se mostrou em posição de incomodar os mais velozes. Agora ao volante duma viatura muito menos competitiva que em 2017, Ruben Rodrigues subiu ao pódio do CRA com um Peugeot 208 R2 em que rapidamente assumiu uma posição bastante confortável pois estava bastante distanciado dos adversários com viaturas R5 mas também com grande avanço para Rafael Botelho no seu habitual Citroën DS3 R3T. Também inscrito, Jorge Bica foi quinto nesta competição em que precedeu Luís Mota num Mitsubishi Lancer IX e João Faria em Peugeot 206 RC.

2 – Bernardo Sousa venceu Rali Sical
Bernardo Sousa e Valter Cardoso venceram o Rali Sical, segunda prova do Campeonato dos Açores de Ralis. Foram mais de quatro dezenas à partida da edição 37 do mítico Rali Sical, registando-se a ausência do campeão em título, Ricardo Moura. Por isso, e tal como se esperava, foram Bernardo Sousa e Luís Miguel Rego a fazer as ‘despesas’ da prova.
A luta foi inicialmente equilibrada, mas problemas de travões no Ford Fiesta R5 de Luís Miguel Rego levaram a um atraso considerável, passando a ser Gustavo Louro (Ford Fiesta Proto) a rodar mais perto de Bernardo Sousa, acabando por ser o piloto madeirense da Play/AutoAçoreana Racing a assegurar a sua primeira vitória no Campeonato dos Açores de Ralis. Luís Miguel Rego recuperou, venceu vários troços, e ainda foi a tempo de terminar no segundo lugar, com Gustavo Louro a fechar o pódio.
Com este resultado, e depois do abandono de Bernardo Sousa em S. Miguel, é Luís Miguel Rego, segundo neste rali, que ascende à liderança da competição, desalojando Ricardo Moura, que como se sabe decidiu deixar de correr a tempo inteiro nos ralis e na ‘sua’ terra. Gustavo Louro, em Ford Fiesta Proto, terminou no lugar mais baixo do pódio, mostrando que quem sabe nunca esquece. Rúben Rodrigues, em Peugeot 208 R2, venceu nas duas rodas motrizes, terminando na frente de Rafael Botelho (Citroën DS3). No grupo RC2N, o triunfo foi para Hugo Mesquita.

3 – Bernardo Sousa vence Rali Ilha Azul Além Mar
Bernardo Sousa e Valter Cardoso venceram o Rali Ilha Azul Além Mar, terceira prova do Campeonato dos Açores de Ralis. Ruben e Estevão Rodrigues foram segundos e Rafael Botelho e Rui Raimundo fecharam os lugares do pódio.
Bernardo Sousa, em Citroën DS3 R5, venceu o Rali Ilha Azul, no Faial, a terceira ronda do Campeonato Regional dos Açores, e assumiu a liderança do campeonato dos Açores, ao somar a segunda vitória da temporada. O piloto madeirense chegou à liderança do rali no quarto troço e no oitavo ficou isolado
na frente, após a desistência de Luís Rego Jr. com a correia da bomba de água do seu Fiesta R5 partida. Sousa terminou com uma vantagem superior a seis minutos para Ruben Rodrigues (208 R2), que venceu entre as duas rodas motrizes, enquanto Rafael Botelho fechou o pódio em DS3 R3T. O piloto madeirense Bernardo Sousa venceu assim o Rali Ilha Azul, terceira prova pontuável para o Campeonato dos Açores de Ralis 2018, que decorreu na ilha do Faial.

4 – Luís Rego Jr. bate Bernardo Sousa no Rali de Santa Maria
Grande duelo em Santa Maria pela vitória no quarto rali do campeonato. Luís Rego Jr. bateu Bernardo Sousa por apenas 6.6s, sendo o último troço – Picos/Saúde – o mais longo do rali, o que decidiu a prova, uma vez que o piloto açoriano bateu o piloto madeirense por 8.3s e subiu desta forma à liderança. Esta é a prova que Rego mais gosta, tendo somado a sua segunda vitória consecutiva na ilha do Sol.
Com este resultado, o piloto do Fiesta R5 recupera pontos a Bernardo Sousa, com a diferença entre ambos a ser agora de 7.2 pontos, numa altura em que faltam três ralis para o final do campeonato.
O terceiro lugar do rali foi para Ruben Rodrigues, mas o piloto do Peugeot 208 R2 terminou a quase quatro minutos dos dois primeiros, tendo vencido entre as duas rodas motrizes, à frente de Rafael Botelho, que terminou em quarto.
A prova mariense ficou também marcada pela estreia de José Paula, aos comandos de um Peugeot 208 T16 R5, mas o piloto radicado na ilha do Pico desistiu na terceira especial, depois de um toque que danificou a roda traseira direita do seu carro. Luís Pimentel também esteve em Santa Maria com um Porsche 911 GT3 Cup, mas também não conseguiu terminar.

5 – Bernardo Sousa vence Rali Ilha Lilás
Ralis e ilha Terceira são sinónimo de festa e nem o furacão Helene afastou o muito público das estradas que compuseram a 40ª edição do Rali Ilha Lilás, prova ganha por Bernardo Sousa, que ficou assim, mais perto do título, quando faltam disputar dois ralis. O madeirense, com o DS3 R5 da Play/Autoaçoreana Racing, venceu cinco dos sete troços, e terminou com uma vantagem de 12s para o seu rival na luta pelo título açoriano. O madeirense teve sempre a prova sob controlo depois de ter criado um fosso de 15.9s nas três primeiras especiais. Depois, apenas controlou o seu ritmo.
Gustavo Louro regressou aos ralis este ano, fez a sua terceira prova, a segunda no CRA, desta vez com um Skoda Fabia R5. Deu espetáculo, apesar de não ter conseguido acompanhar o ritmo dos primeiros.
Nas duas rodas motrizes, Ruben Rodrigues voltou a ser o mais forte, com o seu 208 R2, deixando Rafael Botelho a 41.9s. A prova terceirense voltou a não ser feliz para José Paula, que danificou muito o seu 208 T16 R5, após despiste. Luis Pimentel também não foi feliz, com o Porsche a dar muitos problemas.

Campeonato Açores de Ralis entra na fase decisiva

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas Ralis
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png