Dia difícil para Ken Block e Alex Gelsomino. Quando participavam no New England Forest Rally, um problema de caixa de velocidades levou a um saída de estrada da dupla, que capotou duas vezes. Mas o Ford Escort Cosworth ficou em cima das rodas, e Ken Block prosseguiu. Mão não por muito tempo. Um incêndio não demorou a começar e a Block e Gelsomino tiveram de se ‘pirar’ bem depressa…
Como sempre, toda a ação foi apanhada pelas câmaras que usa.

Este é apenas um exemplo de uma situação má, mas o que queremos destacar não é o que aconteceu com Block, mas a forma como ele aproveita isso de imediato em seu proveito. Hoje em dia qualquer piloto de ralis pode produzir pequenos vídeos duma modalidade que ‘vive’ cheia de acontecimentos interessantes, e potenciar esses acontecimentos através de um simples vídeo é algo que qualquer piloto devia saber fazer, pois com isso está a dar retorno aos seus patrocinadores.

Por exemplo, um piloto nacional desiste num qualquer rali, com um problema mecânico e tem que encostar o carro a meio de um qualquer troço. Porque não faz um logo ‘vídeo selfie’ ao lado do carro a verem-se bem os patrocinadores e mete de imediato, se for possível, no Youtube, ou Facebook, partilhando-o onde for relevante? De um mau momento, foi ‘buscar’ retorno imediato para os patrocinadores. Mas quantos em Portugal o fazem, nesta ou em muitas outras situações?

 

Como Ken Block transforma um ‘mau momento’… em retorno!

Ralis

Destaques