Rali do Algarve: Cronologia de um título

Por a 2 Novembro 2019 15:27

Está na estrada com o shakedown o Rali Casinos do Algarve. Neste artigo, vamos fazer a cronologia do título, destacando os acontecimentos mais importantes desta caminhada que irá terminar amanhã à tarde.
O Rallye Casinos do Algarve decide o Campeonato de Portugal de Ralis, competição em que são candidatos Ricardo Teodósio, Bruno Magalhães, Armindo Araújo e José Pedro Fontes. Mas há mais, muito mais…

Sábado, 2 de Novembro

15h26: Rali apagado de Armindo Araújo

Armindo Araújo e Luís Ramalho tinham tarefa difícil nesta prova, e cedo de perceberam que a falta de andamento vista em termos gerais este ano é mais em particular na fase decisiva do campeonato os iria impedir de dar mais luta.

O ano passado ainda foi possível ao piloto de Santo Tirso ultrapassar a menor competitividade do Hyundai face aos carros adversários mas este ano com o nível geral do CPR a subir face a 2018 a tarefa foi mais difícil. Apesar de ter levado a luta até à última prova, aí não conseguiu lutar mais à frente. Nunca atirou a toalha mas foi impotente para fazer melhor.

15h12: Pódio para Alexandre Camacho

Bom pódio para Alexandre Camacho e Jorge Henriques, que conseguem terminar o rali cinco segundos na frente da dupla Armindo Araújo e Luís Ramalho. O madeirense mostrou que também anda bem gosta da Madeira.

15h10: Bruno Magalhães vence Rali do Algarve

Bruno Magalhães e Hugo Magalhães vencem o Rali do Algarve no que é o culminar duma boa época com a dupla a lutar até ao derradeiro metro da prova pelo título. Depois de dez anos fora do Nacional de Ralis, Bruno Magalhães mostrou que regressou para vencer.

15h05: Ricardo Teodósio é José Teixeira Campeões

Bruno e Hugo Magalhães vencem o Rali do Algarve, Ricardo Teodósio e José Teixeira terminam a super especial de Portimão em segundo lugar, uma posição que chega e sobra para assegurar o primeiro título de Campeões de Portugal de Ralis. Se nada de estranho se passar até à publicação dos resultados finais está alcançado o almejado título por parte da dupla algarvia.

12h16: Bruno Magalhães dilata vantagem

Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) dilatam a vantagem para Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) na geral, estando a dupla do Skoda agora a cerca de 10s.

11h30: Ricardo Teodósio mais perto do título

Neste contexto, Ricardo Teodósio só tem de levar o carro até ao fim nesta posição para confirmar o título

11h13: PE7 Interrompida

José Pedro Fonte/Inês Ponte (Citroen C3 R5) tiveram um despiste no troço de Monchique, o que levou à interrupção da especial. Ambos os tripulantes estão bem.

Assim, as esperanças de José Pedro Fontes ser campeão terminaram.

10h28: Ricardo Teodósio sobe ao segundo lugar

Com o triunfo na especial, Ricardo Teodósio soma mais meio ponto ao seu pecúlio virtual e coloca bem mais pressão em Bruno Magalhães. Se tudo ficar como está neste momento Ricardo Teodósio nem se tem de preocupar em ganhar mais troços.

10h26: José Pedro Fontes perde tempo

Não correu bem esta especial a José Pedro Fontes, já que perdeu 15.6s e com isso fica agora em terceiro a 21.4s de Magalhães.

10h25: Ricardo Teodósio ataca

Ricardo Teodósio entra ao ataque o dia decisivo do Rali do Algarve, bate Bruno Magalhães por 2.1s e ultrapassa José Pedro Fontes na classificação geral.

9h15:Pedro Meireles não arrancou

Uma indisposição nocturna deixou Pedro Meireles e Mário Castro fora do Rali. Já não partiram esta manhã para a fase decisiva do Rali

8h31: Escolhas de pneus à Monte Carlo

Tendo em conta como amanheceu o dia nesta zona do Algarve não vai ser evidente a escolha de pneus para a zona dos troços. Nalguns locais chove, noutros está seco e as equipas têm que fazer a escolha bem antes dos carros passarem nos troços. Dor de cabeça…

O que pode acontecer amanhã?
Há aqui uma coisa que é clara. O único com algo a perder é Teodósio. Hoje, arriscou pouco, não ganhou troços, mantém uma posição que lhe vale o título, mas não pode gerir amanhã tanto quanto geriu hoje.
Está a 2.7s de Fontes, e se chega ao segundo lugar nem que Bruno vença os cinco troços isso permite ao piloto da Hyundai ser Campeão.
Por outro lado, sendo certo que em condições normais, com Armindo Araújo 19.5s atrás, não é fácil perder a posição para o piloto da Hyundai, mas a verdade é que Teodósio não pode ficar a olhar para Armindo Araújo. Tem que olhar para Bruno Magalhães. Porque se o piloto que lidera o rali mantém a posição e ganha três troços (com Teodósio em 3º) será ele o campeão.

22h22: O que precisa Ricardo Teodósio
Finalmente, e apesar de ter complicado um pouco mais as contas, Teodósio continua na mó de cima em termos de campeonato. Em primeiro lugar, basta manter tudo como está para ser campeão por 1.06 pontos. Mas, há ainda cinco troços para disputar, que valem 2.5 pontos e esses podem fazer a diferença toda.
Repare-se que neste momento, Bruno Magalhães está a 1.06 pontos de Teodósio. Se Bruno ganhar dois troços, soma mais um ponto. fica a 0.06 pontos de Teodósio. E ainda ficam a falta 1.5 pontos para ‘distribuir’. Portanto veja-se o a ‘delicadeza’ de tudo isto.

22h20: O que precisa Bruno Magalhães
Para ser campeão, Bruno Magalhães precisa de manter a posição, esperar que Teodósio mantenha o 3º lugar, e tem que ganhar três troços (dos cinco que faltam), e esperar que Teodósio não ganhe nenhum. Bastaria a Teodósio ganhar um para ser campeão.

22h18: O que precisa José Pedro Fontes..
José Pedro Fontes termina o dia em segundo a 7.9s de Bruno Magalhães. Para ser Campeão, o piloto da Citroën precisa de vencer o rali, os cinco troços que faltam e que Teodósio caia para sexto. Se o algarvio fosse quinto, mesmo vencendo o rali e cinco troços, já não chegava…

22h17: O que precisa Armindo Araújo…
Armindo Araújo termina o dia em quarto do CPR, a 30.1s da frente, e (virtualmente), a 17 pontos do que o líder do campeonato soma. Neste momento, precisa vencer a prova, vencer três dos cinco troços e esperar que Teodósio caia para quinto. Nada fácil, mas possível.

22:16: Todos ainda podem ser campeões
Logicamente, tudo gira à volta das contas do título e a esse nível as coisas continuam em aberto para os quatro candidatos. Nenhum deles está na prática arredado do título, porque, por exemplo, três pilotos desistirem não é nada do outro mundo, mas é claro que as contas estão mais complicadas para Armindo Araújo e José Pedro Fontes.

21h27: Campeonato ‘preso’ por 1.06 pontos…
Ao cabo dos cinco troços de hoje, apenas 1.06 pontos (virtuais) separam Bruno Magalhães do líder do campeonato, Ricardo Teodósio. Se terminasse assim, o algarvio seria o campeão. Faltam, como se sabe, os cinco troços de amanhã. Logicamente, todas as contas intermédias nada valem, a não ser como projeção, os pontos só contam mesmo depois da classificação final oficial (NOTA: Números podem mudar se um concorrente que pontue para o CPR fizer melhor que Bruno Magalhães na SE).

21h20: PE5: Pião de Teodósio, Bruno Magalhães mais líder

Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) fizeram um pião na super especial, deram um pequeno toque num passeio, e perderam 7.7s para os vencedores da super-especial de Lagos, com uma extensão de 1.60 Km, o que significa que caíram para o terceiro lugar, atrás de José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5), e passam a distar 10.6s da dupla da Hyundai.

Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) têm agora 7.9s de avanço para José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5), uma margem curta, mas importante tendo em conta a forma como a prova tem vindo a decorrer.

Alexandre Camacho e Jorge Henriques (Skoda Fabia R5) são quartos a 12.2s, com Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) em quinto já a 30.5s.

18h20: Após PE4…

18h00 – PE4: Bruno Magalhães é o novo líder
Não correu bem esta especial à dupla líder, com José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) a ser apenas quarto, perdendo 9.6s, e com isso a liderança do rali. Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) venceram o troço e são os novos líderes do Rallye Casinos do Algarve, agora com três segundos para Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo), que desta forma sobem também uma posição na geral. Com estes números, José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) caem para o terceiro lugar da geral, na frente de Alexandre Camacho e Jorge Henriques (Skoda Fabia R5), que dista 12.3s da frente, com Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) em quarto já a 29.1 dos seus colegas de equipa.
Pedro Meireles e Mário Castro (Volkswagen Polo GTI R5) são sextos.

Como se percebe, uma reviravolta na classificação da prova, e um conjunto de resultados que aproxima um pouco mais Bruno Magalhães de Ricardo Teodósio na luta pelo campeonato, quando ainda faltam seis troços.

17h47 – Clássicos: Pedro Leone abandona, Luís Mota perto do título
Pedro Leone e Bruno Ramos (Ford Escort Cosworth) foram os primeiros líderes da prova reservada aos Clássicos, na PE2, Luís Mota e Alexandre Ramos (Mitsubishi Lancer Evo VI) passaram para a frente na segunda, com Leone a ter problemas acabando mesmo por desistir, segundo informações que nos chegam. Caso se concretize o abandono, e tendo em conta que Pedro Leone (Ford Escort Cosworth) entrou para esta prova com 98,3s pontos face aos 95,19 de Luís Mota (Mitsubishi Lancer), este último passa a ter o campeonato na mão, caso termine na posição em que está…

17:40 Após PE3

17:36: Pauric Duffy desistiu
Pauric Duffy, fundador da Holigen, o homem da canábis medicinal, desistiu do Rally Casinos do Algarve devido a problemas com a caixa de velocidades do seu Ford Fiesta R5. Como já referimos noutro lado, esta poderia ser apenas uma participação de um piloto estrangeiro numa prova portuguesa, como tantas outras, mas é muito mais do que isso, já que a Holigen é um grupo formado em 2018 líder internacional no mercado – em crescimento acentuado – da canábis medicinal.

17h30: PE3: José Pedro Fontes soma e segue
Três troços, três vitórias para José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5), que voltam a deixar no segundo lugar da especial a dupla Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5), desta feita a 0.7s. Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) foram terceiros a 1.8s e Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) apenas sétimos, a sete segundos.

Desta forma, na geral, José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) alargam a margem para os segundos classificados, que continuam a ser Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5), que distam agora 4.6s. Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) são terceiros a 6.4s, com Alexandre Camacho e Jorge Henriques (Skoda Fabia R5) em quarto a 12.7s.
Apagado quinto posto para Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5), que distam já 14.1s da frente, com Pedro Meireles e Mário Castro (Volkswagen Polo GTI R5) em sexto a 26.5s.

Os primeiros sinais destes três troços são simples. Fontes está a dar tudo o que pode para vencer, Bruno Magalhães sabe que tem de ganhar para poder ter esperanças em chegar ao título, e Teodósio, sem precisar de vencer, está a andar rápido, mas sem forçar demasiado, preferindo controlar a sua posição. Já tem Armindo Araújo oito segundos mais atrás, está imediatamente atrás de Bruno Magalhães e sabe que fontes é a menor das ameaças em termos de campeonato. Tudo controlado, portanto, sendo que como bem sabemos, nos ralis nunca nada é definitivo até… ser!

16:54: Fontes já é 3º (virtual) do campeonato
Neste momento, com as classificações provisórias e naturalmente virtuais o campeonato está como se pode ver abaixo. Fontes já tem mais um ponto devido a duas vitórias em troços mas nas vitórias me PE faltam 4 pontos para atribuir. Como é lógico, só conta no fim do rali, até lá é sempre virtual…

1º-Ricardo Teodósio 147,44 pontos
2º-Bruno Magalhães 140,38, a 7,06 do 1º
3º-José Pedro Fontes 138,45, a 8,99 do 1º
4º-Armindo Araújo 130,44, a 17,00 do 1º

16:50: Após PE2

16:44: Adruzilo Lopes e Paulo Silva (Mitsubishi Lancer Evo IX) perderam quase quatro minutos na especial.

16:38: Pedro Paixão muito atrasado
Azar para Pedro Paixão e Luís Rodrigues (Skoda Fabia R5) perderam 3m42.1s na especial do Chilrão, o que sucedeu depois de uma grande primeira especial, onde foram terceiros da geral.

16:35: PE2, José Pedro Fontes volta a vencer
José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) voltaram a vencer uma especial, desta feita batendo Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) por 0.6s. Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) foram terceiros a 1.0s, com Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) em quarto.

Desta forma, na geral do CPR, o que mais interessa neste rali, José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) lidera com 3.9s de avanço para Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) com Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo) em terceiro a 4.6s. Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) são quartos a 7.1s numa especial em que Pedro Paixão e Luís Rodrigues (Skoda Fabia R5) estiveram parados no troço e voltaram a andar.

16:10: Após PE1…

16:08: Carlos Martins e Daniel Amaral (Citroën C3 R5) com problemas. Perdeu 43 segundos no troço, mas penalizou mais 40 por atraso no controlo seguinte.

16h05: PE1: José Pedro Fontes entra a vencer

José Pedro Fontes e Inês Ponte (Citroën C3 R5) venceram a primeira especial do Rali Casinos do Algarve, Portimão 1 com uma extensão de 9.30 Km, batendo Bruno Magalhães e Hugo Magalhães (Hyundai i20 R5) por 2.9s.

Terceiro lugar Pedro Paixão e Luís Rodrigues (Skoda Fabia R5), a 3.4s, com Ricardo Teodósio e José Teixeira (Skoda Fabia R5 Evo), em quarto a 4.0s.
Armindo Araújo e Luís Ramalho (Hyundai i20 R5) foram quintos a 5.2s, com Pedro Meireles e Mário Castro (Volkswagen Polo GTI R5), que ficaram a 6.0s. Alexandre Camacho e Jorge Henriques (Skoda Fabia R5) foram sextos a 6.3s

Para já o troço é curto, mas já deu alguns sinais. José Pedro Fontes está a fazer o que precisa e entrou a vencer. Bruno Magalhães cedeu de imediato 2.9s e Ricardo Teodósio começou, claramente, cauteloso para ver onde param as modas. Armindo Araújo já cedeu 5.2s o que não é um bom sinal para as suas aspirações, mas na verdade a procissão ainda vai no adro.

15:10: Tempos Online

TEMPOS ONLINE – CLIQUE AQUI

14:59: Siga o Rali Casinos do Algarve pela rádio, por ali está tudo pronto

Não perca a emissão de rádio online que acompanha o Rallye Casinos do Algarve 2019. CLIQUE AQUI para a emissão conduzida por Ricardo Salbany Carvalho e Pedro Branco. Baixo consumo de dados móveis, ideal para quem estiver no terreno a assistir à prova! Uma excelente forma de não perder pitada do que é mais importante no rali.

13h00: Troços no Google Maps – CLIQUE AQUI

12h30: Ordem de partida para o Rali Casino do Algarve

11:20: Os troços de hoje: Super-Especial de Lagos

11:18: Os troços de hoje: Chilrão

11:17: Os troços de hoje, Portimão

10:43: Siga o Rali Casinos do Algarve pela rádio
Hoje, a partir das 15h00, não perca a emissão de rádio online que irá acompanhar o Rallye Casinos do Algarve 2019. CLIQUE AQUI (http://mixlr.com/ralicasinos2019) para a emissão conduzida por Ricardo Salbany Carvalho e Pedro Branco. Baixo consumo de dados móveis, ideal para quem estiver no terreno a assistir à prova! Uma excelente forma de não perder pitada do que é mais importante no rali.

10:10: Os tempos da Qualificação e Shakedown


9h45: José Pedro Fontes venceu Qualifying Stage
Vencemos o Qualifying Stage desta manhã 🏁
Partimos confiantes para a primeira classificativa do Rali em Portimão onde nos esperam 9.30 km cronometrados

9h35: José Pedro Fontes foi o mais rápido na qualificação

9h30: Como estão as contas do título

9h25: Os tempos do Shakedown

7h25: Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis
O Rallye Casinos do Algarve decide também quem será o vencedor do Campeonato de Portugal de Clássicos de Ralis, numa disputa entre Pedro Leone (Ford Escort Cosworth) e Luís Mota (Mitsubishi Lancer), tendo a companhia de Vítor Calisto (Ford Escort Mk1) e do antigo campeão norte-irlandês de Clássicos, Richard Hall (Ford Escort RS 1800).

7h20: Campeonato Sul de Ralis
Este será um momento de consagração para Márcio Marreiros, dada a ausência dos seus concorrentes nesta prova. O piloto portimonense, que celebrará aqui o sexto título neste campeonato, deverá enfrentar a oposição de João Bica e Ricardo Filipe, havendo também a curiosidade para ver o que fazem duas viaturas em estreia, o Skoda Fabia R2 de Manuel Pinto e o Peugeot 106 Kit-Car de Paulo Santos.

7h15: FIA Iberian Rally Trophy
José Merceano e Adruzilo Lopes vão lutar pela vitória na categoria ERT2, marcada também pelo regresso de Vítor Teodósio a provas do Campeonato de Portugal de Ralis (embora não possa pontuar por o seu Mitsubishi Evolution X estar com a especificação R4) e com a visita do espanhol Carlos Rodriguez. Nas duas rodas motrizes, Gil Antunes já assegurou o título nacional, mas não marca presença no Algarve.

7h10: Os Outsiders
Para animar à festa, estarão também presentes outros pilotos habituais no campeonato, como Pedro Meireles (VW Polo GTI R5) ou Pedro Almeida (Skoda Fabia R5), havendo também visitantes bastantes especiais como é o caso dos madeirenses Alexandre Camacho e Pedro Paixão, ambos em Skoda Fabia R5 ou de Carlos Martins em Citroën C3 R5.
Destaque ainda para a presença do espanhol Robert Blach Jr. (Citroen DS3 R5), que tenta aqui chegar à vitória no FIA Iberian Rally Trophy e do irlandês Pauric Duffy (Ford Fiesta R5) que volta à prova dois anos depois da estreia no Algarve.

7h05 – Mapas de Onde ver – CLIQUE AQUI

7h01: Lista de Incritos – CLIQUE AQUI

7h00: Horário
Sexta-feira, 1 de Novembro
08h00/09h00 Shakedown – Lagoas-Porches (4 km)
09h00/09h30 Qualificação – Lagoas-Porches (4 km)
09h30 Entrada em Parque Fechado Qualifying (Centro de Congressos de Arade)
14h30 Cerimónia de Partida para a 1ª Etapa – Lagoas (FATACIL)
14h40/14h55 Assistência A (FATACIL)
15h43 ES1 Portimão 1 (9,30 km)
16h09 ES2 Chilrão 1 (20,14 km)
17h12 ES3 Portimão 2 (9,30 km)
17h38 ES4 Chilrão 2 (20,14 km)
18h53/19h23 Assistência B (FATACIL)
19h23/20h07 Reagrupamento (FATACIL)
21h00 ES5 Super Especial de Lagos (1,60 km)
21h45/22h30 Assistência C (FATACIL)
22h30 Entrada em Parque Fechado (FATACIL)

Sábado, 2 de novembro
09h00 Partida para a 2ª Etapa (FATACIL)
09h00/09h15 Assistência D (FATACIL)
10h02 ES6 Nave Redonda 1 (18,20 km)
10h58 ES7 Monchique 1 (10,70 km)
11h35 ES8 Nave Redonda 1 (18,20 km)
12h31 ES9 Monchique 2 (10,70 km)
13h31/14h01 Assistência E (FATACIL)
14h01/14h32 Reagrupamento (FATACIL)
15h00 ES10 Super Especial de Portimão (2,50 km)
17h00 Pódio em Portimão (Av. Tomás Cabreira, Praia da Rocha)

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
fanmotores-ex-useras77931
Membro
fanmotores-ex-useras77931

Muito bom este artigo com o update do decorrer da prova. Poderia era avisar para se ler de baixo para cima!! Com a primeira frase sobre o shakedown e ainda mal acordado (nova designação para burro) só a meio do artigo percebi o alinhamento!! 🤔😟🤣

últimas CPR - CAMPEONATO DE PORTUGAL DE RALIS
últimas Autosport