Quando uma brincadeira no karting custou uma vitória a Henri Toivonen



Henri Toivonen não necessita apresentações. E o seu talento e loucuras ao volante também não. Nos tempos em que ainda procurava afirmar-se e dava nas vistas ao volante de um Porsche 911 SC, disputando o Campeonato da Europa de Ralis, o finlandês viveu um episódio que poderá ter servido de lição para a sua carreira. Na edição de 1984, quando comandava a prova folgadamente (com cerca de seis minutos de vantagem sobre Billy Coleman) e o seu triunfo parecia mais do que garantido (mesmo se faltavam ainda 21 classificativas para o final do rali), Toivonen decidiu, no final da terceira etapa, participar numa corrida de karting com os amigos, em vez de ir descansar mais cedo. Só que nem tudo correu como o previsto e o piloto lesionou-se depois de se despistar. Apesar da sua desistência na quarta etapa da prova ter sido justificada com um problema de caixa de velocidades no Porsche, a verdade é que até ela chegar, Toivonen começou logo a perder tempo e muitos acreditaram que isso se ficou a dever à lesão contraída na perna esquerda, que impossibilitou o correto manuseamento da embraiagem do Porsche. Ora, poupando a embraiagem, seria difícil a Toivonen poupar também a caixa e daí ela não tenha suportado o esforço exigido.