OPINIÃO: Estará Wolff ‘preocupado’ com uma dupla Hamilton/Russell?

Por a 7 Abril 2021 18:46

Ouvi a entrevista de Toto Wolff ao ‘High Performance Podcast’ e houve uma coisa que me deixou com a pulga atrás da orelha. Referindo-se ao que se passou de 2014 a 2016 entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg, Toto Wolff revela ter aprendido muito, e não se vai permitir repetir a experiência: “Aconteceu, não consegui mudar, porque os pilotos foram contratados antes de eu chegar”, acrescentando depois que ninguém na Mercedes ponderou o que seria juntar aqueles dois pilotos: “Ninguém pensou: “Qual seria a dinâmica entre os dois, qual é o passado entre os dois? Havia muito contexto histórico que nenhum de nós sabia, e nunca saberemos. E é por isso que é algo que estamos a analisar: como é que os pilotos trabalham um com o outro, o que acontece em caso de falha de um e de outro”, terminando com um taxativo: “se já não funciona, tudo bem, mudamos o line up”.
Quando a isto juntamos recentes rumores, que George Russell e Lewis Hamilton não se falam: “É a primeira vez que ouço falar disso, mas posso imaginar que a competição entre Lewis e George é feroz. Os grandes sentem quando um bom está a chegar e George é a próxima geração”, estas palavras deixam-me a pensar que se calhar não é assim tão evidente que Toto Wolff esteja totalmente virado para a hipótese de juntar George Russell e Lewis Hamilton.
Ou Wolff está a mandar uma ‘mensagem’ a Hamilton, ao dizer-lhe que “não tens contrato para 2022, queremos-te cá, mas não te estiques por está aí o Russell” ou então vai esperar que Hamilton se decida, para decidir o futuro de Russell.
Claro que também não é descabido que Toto Wolff sinta que pode passar por algo semelhante se juntar Hamilton a Russell, como passou com Rosberg e Hamilton, mas certamente o austríaco acredita que será uma relação bem mais ‘quente’ do que a de Valtteri Bottas com Hamilton. Estará disposto a arriscar tendo dito: “Ninguém pensou qual seria a dinâmica entre os dois”.
Vai ser interessante ver o que decide a Mercedes, pois todas as putativas soluções têm prós e contras. Por outro lado, será que Russell está disposto a ficar mais um ano, 2022, na Williams.
Sem dúvida que um line-up Hamilton/Russell continua a parecer-me o mais provável para a Mercedes, mas por outro lado deve estar curioso quanto ao que Bottas faz este ano, pois continuo a achar que o finlandês só parece ‘mau’ porque o comparamos com Hamilton. Por fim, há que não esquecer que Hamilton pode querer sair, embora ache que pelo menos em 2022 vai querer ficar, porque quererá experimentar a nova era.

Subscribe
Notify of
21 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
jem
jem
12 dias atrás

Preocupado não estará de certeza, pois as regras parecem estar bem definidas. É mais preocupante a insistência de que o Russell está ao nível do LH, quando só fez um GP na Mercedes. Sendo certo que até fez uma boa prova, o que também é certo é que nos treinos (onde se vê o máximo de cada piloto e carro) não bateu o Bottas. Mas compreendo. Há que manter essa dúvida em sucessivos artigos. Creio que dentro em pouco virão os restantes articulistas com artigos semelhantes e títulos diferentes.

Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
12 dias atrás

Engraçado que se centraram numas declarações para ter uma teoria, mas não noutras para perceber o porquê de Russell ainda não lá estar. Por exemplo esta: “se já não funciona, tudo bem, mudamos o line up” – O line-up actual funciona, têm ganhos os títulos juntos desde 2017, mesmo contra um Ferrari mais forte em 2017 e 2018. Seria justo mandar Bottas embora se tem cumprido com os objectivos? Percebo a ansia de ter Russell, mas os foristas querem pelas más razões – Ver Russell a bater Hamilton para poderem sair da caverna e acusar Hamilton de ser mediano –… Ler mais »

Last edited 12 dias atrás by Frenando_Afondo™
91730
91730
Reply to  Frenando_Afondo™
12 dias atrás

“Ferrari mais forte em 2017 e 2018” Ora aqui está uma teoria que até poderia ser interessante debater com alguém que a apresentasse por outra razão que não apenas engrandecer os títulos de LH nesses anos…

Last edited 12 dias atrás by 91730
MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  91730
11 dias atrás

Nesse caso desafio-o para um debate. Analisando o melhor carro de 2018 corrida a corrida: Australia – Mercedes, Ferrari, Redbull Bahrain – Ferrari, Mercedes, Redbull China – Ferrari, Mercedes, Redbull Azerbeijão – Ferrari, Mercedes, Redbull Espanha – Mercedes, Ferrari, Redbull Mónaco – Redbull, Ferrari, Mercedes Canadá – Ferrari, Mercedes, Redbull França – Mercedes, Ferrari, Redbull Aústria – Mercedes, Ferrari, Redbull Inglaterra – Iguais, Redbull Alemanha – Ferrari. Mercedes, Redbull Hungria – Ferrari, Mercedes, Redbull Bélgica – Ferrari, Mercedes, Redbull Itália – Ferrari, Mercedes, Redbull Singapura – Mercedes, Ferrari. Redbull Rússia – Mercedes, Ferrari, Redbull Japão – Mercedes, Ferrari, Redbull USA… Ler mais »

91730
91730
Reply to  Murray Walker
11 dias atrás

Desafio aceite. Concordo em grande parte com o que diz mas discordo nos seguintes pontos: China – Mercedes,Ferrari – Bottas bate LH nos treinos e a meio da corrida está a lutar com os dois Ferrari acaba P2 atrás de Ricciardo e à frente de Kimi. LH nesta prova ficou 8 segundos atrás de Bottas. Para mim demonstrativo que se Botas consegue bater LH e lutar e bater os Ferrari, LH não tirou todo o potencial do melhor carro. Canadá – Mercedes, Ferrari ou iguais. LH foi batido nos treinos e em corrida por VB que é P2, 13 segundos à frente… Ler mais »

MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  91730
11 dias atrás

China – Completamente em desacordo. É que nem de perto nem de longe. Os Ferraris monopolizam a primeira linha na partida, com meio segundo de vantagem para os Mercedes. Mesmo que a Q3 não tenha sido perfeita para LH, também não o foi para Vettel. O Kimi dá meio segundo ao Bottas. E fica a 0,087 de Vettel. Quando por norma a desvantagem de Kimi para Vettel durante a época foi de 3 a 4 décimas. Em corrida, Vettel sai na frente e gera uma vantagem de quase 4 segundos para Bottas. Tem a corrida controlada e completamente na mão.… Ler mais »

91730
91730
Reply to  Murray Walker
11 dias atrás

A discussão começa numa afirmação feita em que o Ferrari era superior em 2017/18, daí eu ter dito que é uma questão interessante debater. Pelo que, ao contrário do que afirma, sobre debater as prestações dos pilotos é apenas a superioridade de um ou outro carro que queria debater e nada mais. Sobre as prestações dos pilotos não acho sequer haver nada a discutir é um não assunto, tão evidente qual foi o melhor. Pelo menos vejo que da sua parte o Ferrai já não é o melhor, não está 11-9 mas sim 10-10, ou seja concorda que pelo menos… Ler mais »

MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  91730
11 dias atrás

Curioso afirmar que a prestação dos pilotos é um não assunto, mas depois usar as prestações dos pilotos para classificar a superioridade da Mercedes na China.

Como é óbvio a máquina conta mais que o piloto. Mas podemos fazer comparações entre os pilotos. Então quando há dança de cadeiras, como houve para os colegas de Vettel. Torna-se mais evidente que o alemão nem sequer é da liga do Hamilton. Depois podemos extrapolar qual seria o resultado no final, se em vez de Vettel, o Ferrari tivesse sido pilotado pelo Hamilton. Eu não tenho duvidas. O campeão teria sido o mesmo.

91730
91730
Reply to  Murray Walker
11 dias atrás

Não tem nada de curioso… É um não assunto porque, LH é melhor que Vettel e Bottas. Já aqui referi que o único que está ao nível dele (actualmente) é o MV. Não referi as prestações dos pilotos na China e Canadá “per si”, mas sim com o fim de demonstrar que aquele que é o melhor piloto nesses GP´s não ter tirado tudo do melhor carro apenas para reforçar o “assunto” do melhor carro…Quanto a resultado ser o mesmo com LH ao volante do Ferrari é bem provável, mas como saberá até se poderia dar o caso de LH… Ler mais »

MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  91730
11 dias atrás

Pois, mas se Hamilton é mais rápido que Vettel. E nisso quase toda a gente é de acordo. Isso pode mudar toda a percepção que temos do carro mais rápido. Sobretudo numa temporada tão equilibrada como a de 2018.

js1970
js1970
Reply to  Frenando_Afondo™
12 dias atrás

Pior disso tudo, é os comentários de alguns que se julgam “experts” na matéria dizendo uma coisa agora e depois outra totalmente ao contrário. Só se enterram, mas julgam-se sempre os donos razão.

jem
jem
Reply to  Frenando_Afondo™
11 dias atrás

Antes era o Ocon e foi o que se viu. Agora é o Russell. Quem mais tem contrato com a Mercedes?

garantia4
garantia4
12 dias atrás

Ao JLA deixou com a pulga atrás da orelha. A nós- é mesmo plural e inclui também italianos- por vezes sentíamos nas orelha a voz do Brando no “Padrinho” quando falava na protecção da famiggglia. Quanto sofre este homem para expulsar os fantasmas daqueles malvados mauzões que não lhe reconhecem o mérito e que o querem destruir! E depois fala de falsidade, da persecuçao de interesses egoístas , de personagens ambíguas e daqueles que o desiludiram… Os entrevistadores bem queriam pintá-lo positivamente mas só o conseguiram aespaços, algumas frases parecem fora do mundo da F1. Assim como na Netflix, daqui… Ler mais »

91730
91730
12 dias atrás

Acho engraçado as opniões sobre GR em que até andou bem em corrida, mas não bateu Bottas nos treinos. O rapaz sai de um Williams (para quem não saiba ainda, não tem nada a ver com o Mercedes), senta-se num carro totalmente estranho, que requer um estilo de condução diferente e onde ainda por cima mal cabia… Se percebo alguma coisa disto é justamente nos treinos que Bottas se tem portado melhor contra o LH conseguindo batê-lo ocasionalmente, o que prova que o finalndês é rápido! Ninguém pode honestamente pensar que GR neste momento está o nível de LH até… Ler mais »

Last edited 12 dias atrás by 91730
garantia4
garantia4
Reply to  91730
11 dias atrás

Só precisar que o Bottas tem dezasseis poles na mercedes face ao GOAT ( fora outras vezes em q não ficaram na 1ª fila).
Alguém imagina um Senna ou um Schumacher, os pilotos mais citados pelos adeptos, ou, recuando no tempo, um Clark ou um Peterson,deixarem-se bater desta forma por um colega de equipa?!

MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  jo baue
11 dias atrás

Na verdade Bottas tem apenas 15 poles contra Hamilton na Mercedes. Ou seja, fez pole em 19% das corridas que se bateu com a mesma máquina de Hamilton. Já Schumacher “apenas” foi batido em qualificação 24 vezes (23%) por Barrichello. O que quer dizer que Rubinho tem um score face a Shcumacher, melhor que o de Bottas contra Hamilton. Mas lá está… “O Schumacher nunca se deixaria bater tanto pelo colega, como o Lewis”. Apenas mais uns dados de qualificação de Schumacher contra o seu colega de equipa Nico Rosberg, que serão interessantes. Não para compararmos face a Hamilton, porque… Ler mais »

Last edited 11 dias atrás by Murray Walker
garantia4
garantia4
Reply to  Murray Walker
11 dias atrás

E pronto, hoje temos no prato do dia “estatísticas à la muraywalker” (e há ainda há quem diga que é uma ciência).
E pelos vistos tínhamos razão e não o sabíamos: Um belo dia, numa apresentação do Richard Lloyd, conhecemos o Chris Hodgetts, e não perdemos a oportunidade de na brincadeira o felicitar por ter batido fair and square todos os fds o provavelmente melhor piloto de todos os tempos-no início dos anos 80- pelo que agora o trono era dele. É preciso dar o nome?

Last edited 11 dias atrás by jo baue
MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  jo baue
11 dias atrás

Até que julgava que iam escrever que os meus números estavam errados, mas não. Limitaram-se a fazer um exercício de rins para afastar os fantasmas.

garantia4
garantia4
Reply to  Murray Walker
10 dias atrás

Não estão errados, estão é aldrabados. Fora a falsidade da comparação da ausencia/ regresso do schumacher com a do alonso. Nada de surpreendente, aliás.

MurrayWalker
MurrayWalker
Reply to  jo baue
10 dias atrás

É apontar onde estão aldrabados e corrijam. A comparação não lhes interessa porque já se sabe o que ela vai fazer transparecer no final. Um heptacampeão que quando pela primeira vez na carreira, teve um colega que não tinha no contrato escrito que tinha de enconstar e deixar passar. Se deu tão mal.

JP INAU
JP INAU
6 dias atrás

Que eu saiba, nenhum dos pilotos da Mercedes tem contrato para 2022. Há quem diga que Bottas é “manso”, eu acho que Bottas é “manso” com todos, a sua hitória na mercedes mostra-nos um piloto com muita dificuldade em recuperar posições, principalmente quando tem que lutar com um piloto mais resistente, mesmo que este tenha carro inferior. Tem muita velocidade, mas falta-lhe garra, com isso nunca conquistou espaço na equipa, e acabou por perder o que lhe era dado no inicio da época, e nunca o irá reconquistar. Wolfe já mandou recados a Hamilton e já lhe deve ter dito… Ler mais »

últimas F1
últimas Autosport
f1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x