Michael Schumacher faz tratamento inovador em Paris

Por a 11 Setembro 2019 10:20

Há muito que não se falava de Michael Schumacher, mas ficou agora a saber-se que o antigo piloto de F1 – que sofreu um grande acidente quando praticava esqui em dezembro de 2013, estando desde aí num longo processo de recuperação de um estado que muito poucos sabem qualquer é, com exatidão – foi transportado para o Hospital Georges-Pompidou, em Paris, onde está a realizar um tratamento experimental, inovador, de infusão de células estaminais.

Michael Schumacher terá sido levado de ambulância de Genebra, cidade suíça onde reside, para Paris, de onde se espera saia hoje depois de ter sido tratado pelo cirurgião cardíaco, o francês Philippe Menasche, na Unidade de Monotorização Contínua do Departamento de Cirurgia Cardiovascular do hospital.

Segundo a imprensa francesa, este cirurgião cardíaco foi pioneiro da terapia celular, em 2014, na qual realizou um transplante de células cardíacas embrionárias num paciente para tratar a sua insuficiência cardíaca. O tratamento visa a regeneração de células, esperando-se que desta forma os tecidos lesados recuperem.

Como referido anteriormente, este é um tratamento experimental, inovador, mas a verdade é que a medicina regenerativa ainda está a dar os primeiros passos, sendo por isso necessário esperar por resultados. Este tipo de tratamento é mais um passo na descoberta de soluções para casos como o de Schumacher, e deixa claro o que já se desconfia há muito, que o caso de Schumacher é grave ao ponto de serem utilizados métodos experimentais.

Apesar do seu estado de saúde se manter em segredo, isso sempre deixou claro que o quadro clínico é grave. Em dezembro deste ano cumprem-se seis anos da data do acidente.

7
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
831ABO
Membro
831ABO

Caro José Luís Abreu: se me permite o reparo, esta informação tem origem numa «notícia» (chamemos-lhe assim) do «Le Parisien», que é um tablóide. A «notícia» não cita fontes nem é fundamentada por factos que permitam aferir a sua veracidade. Isto devia ter sido salvaguardado na notícia publicada pelo autosport.pt. O seu teor até pode ser verdadeiro, mas carece de confirmação, pelo que não sabemos se é real. Neste sentido, o título do artigo é enganador. A boataria não ajuda. Há tempos, vieram-me assegurar que a família do Schumacher tinha vendido todos os bens do piloto para custear os tratamentos,… Ler mais »

MiguelCosta
Membro
MiguelCosta

Caro 831ABO, o tempo em que os jornalistas só publicavam as notícias depois de as confirmarem com 3 fontes (sei isto porque tenho uma irmã jornalista das antigas), já acabou, hoje publica-se qualquer coisa com títulos fortes que promovam o “Clicabite”, e chegámos ao cumulo de agentes e “gentes com poder” pagarem a jornalistas para publicarem certos conteúdos. O Autosport não é excepção.

831ABO
Membro
831ABO

Prefiro ser optimista e ajudar, dentro do possível, na melhoria do autosport.pt. São pessoas que, apesar de tudo o que lhes possa apontar, prescindem dos fins-de-semana para fazer um jornal online para quem gosta de automóveis e, em especial, de automobilismo. Isto merece respeito – mesmo se não isenta ninguém de críticas. O «clickbait» é, quanto a mim, merecedor de crítica, mas não quero ser destrutivo e prefiro contribuir com comentários positivos.

Pity
Membro
Pity

Os tablóides só escrevem mentiras? Não me parece. Certamente que, no meio de algumas mentiras, encontra algumas verdades. Porque se só escrevessem mentiras, já tinham fechado. As pessoas não são totalmente parvas.

can-am
Membro
can-am

Se o estado não fosse grave logicamente que não havia tanto secretismo. Agora se pode recuperar,para mim apenas digo que está nas mãos de Deus,como tudo o que existe.Apenas e só.

RedDevil
Membro
RedDevil

No comments….

aguia25
Membro
aguia25

Força Schumacher!

últimas F1
últimas Autosport