/formula1/f1/gp-hungria-f1-fernando-alonso-ensinei-umas-trajetorias-ao-lewis-hamilton/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-fernando-alonso-ensinei-umas-trajetorias-ao-lewis-hamilton&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-fernando-alonso-ensinei-umas-trajetorias-ao-lewis-hamilton
GP Hungria F1, Fernando Alonso: “Ensinei umas trajetórias ao Lewis Hamilton” | AutoSport

GP Hungria F1, Fernando Alonso: “Ensinei umas trajetórias ao Lewis Hamilton”

Por a 2 Agosto 2021 10:30

Fernando Alonso está de regresso à boa forma, dentro e fora de pista. O piloto espanhol deu um recital no GP da Hungria, defendendo-se com mestria dos sucessivos ataques de Lewis Hamilton.

Alonso reconheceu que inicialmente não esperava segurar Hamilton por tanto tempo e aproveitou para deixar uma “farpa”, dizendo graças a este duelo, Hamilton aprendeu trajetórias que depois usou com Carlos Sainz:

“Pensei honestamente que não conseguiria segurá-lo mais do que uma ou duas voltas. Mas nas últimas curvas , ele parecia ter dificuldades para me seguir. Depois foi o suficiente para abrir alguma distância na recta e defender. Penso que ele aprendeu algumas trajetórias diferentes nas últimas três curvas após as 10 voltas atrás de mim. Ele foi capaz de passar Carlos apenas numa volta, aplicando essas novas trajetórias”.

A Alpine não deu qualquer instrução a Alonso para segurar Hamilton, mas o espanhol foi seguindo o desenrolar dos acontecimentos pelas televisões espalhadas pela pista e entendeu que poderia ser importante aguentar Hamilton o máximo de tempo possível:

“Eu sabia que cada volta em que o podia segurar para trás, era ouro para a vitória de Esteban. Tive a sorte de não terminar a minha corrida na Curva 1, como algumas das pessoas fizeram. Ficamos com este Top 5 – é o meu melhor resultado do ano. Não foi um presente porque tive de lutar a cada volta por cada posição. Estou orgulhoso da minha corrida e o prémio de ‘Piloto do Dia’ provavelmente mostra isso”.

“Tinha o ritmo para ganhar a corrida provavelmente, ou é o que parece quando se vê analisando os dados. Depois de me aproximar do Sainz, fiquei tão convencido sobre o pódio. Estava a fazer as voltas mais rápidas da corrida, e pensei em tentar ganhar a corrida. Foi o que me passou pela cabeça naquele momento. Então comecei a aperceber-me de que talvez não fosse possível. Não era suficiente, especialmente quando nos faltava a velocidade de ponta. Comecei a pensar nessa altura que se estivesse mesmo atrás de Carlos com o DRS, poderia proteger-me de Hamilton e terminar em quarto”.

Subscribe
Notify of
25 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Ligier
Ligier
1 mês atrás

E de facto mostrou o que sabe, o Alpine parecia dançar. Se ensinou alguma coisa não sei…mas foi fantástico. Na chicane abria do LH de forma impressionante. Até hoje, estes dois têm uma aversão mutua.

Mdovbs
Mdovbs
1 mês atrás

Grande Alonso!

Frenando_Afondo™
Frenando_Afondo™
1 mês atrás

Hahaha este gajo é tão azedo. Foi comido à cebolada pelo Ocon e ficou-se por um 5º lugar num monolugar que dava para ganhar a corrida (como provou Ocon). Isso sem falar como foi batido largamente pelo Vettel no seu monolugar inferior.

A vantagem é que estavam no “Mónaco sem paredes” como chamam à pista Hungara. Assim pode bloquear a torto e a direito sem problemas. A outra vantagem é que Alonso não tinha nada a perder, Hamilton tinha muitos pontos em 5º e como tal não podia arriscar, o que só faz a sua corrida ter sido fantástica.

*RPMS*™
*RPMS*™
Reply to  Frenando_Afondo™
1 mês atrás

Temos aqui um bom exemplo de um forista que usa e abusa dos tais termos “futebolísticos” que o JLA refere no post acima…
Melhor exemplo de facciosismo e linguagem brejeira não há!

Cumprimentos

últimas F1
últimas Autosport
f1