/formula1/f1/gp-de-portugal-f1-ni-amorim-fpak-e-aia-sempre-disseram-que-iriam-trabalhar-para-integrar-o-calendario-da-f1/
GP de Portugal F1, Ni Amorim: “FPAK e AIA sempre disseram que iriam trabalhar para integrar o calendário da F1” | AutoSport

GP de Portugal F1, Ni Amorim: “FPAK e AIA sempre disseram que iriam trabalhar para integrar o calendário da F1”

Por a 5 Março 2021 18:49

Depois de 25 anos de ausência o Grande Prémio de Portugal de Fórmula 1 regressou o ano passado ao nosso país e para quem achou que seria um ‘one off’, a verdade é que ‘ele’ aí está, confirmado novamente para 2021. Sendo verdade que as contingências continuam a determinar que a FOM teve de proceder a alterações face ao que faria, caso não existisse pandemia, também é verdade que se Portugal e o AIA não tivessem ‘dado’ à Fórmula 1 um evento elogiado por todos, dificilmente a F1 cá voltaria: “O ano passado muita gente dizia que era um Grande Prémio de substituição, é verdade foi um GP de substituição, e realizado em circunstâncias muito difíceis. Mas quando se confirmou o Grande Prémio, quer a FPAK, quer o AIA sempre disseram que iriam trabalhar no sentido de podermos passar a integrar o calendário do Mundial de F1 no futuro, tal como aconteceu nos anos 80 e nos anos 90.
E portanto, acho que foi feito um trabalho fantástico, da parte do AIA, os chefes das equipas gostaram muito do circuito e da forma como o Grande Prémio foi organizado, os pilotos elogiaram bastante o traçado, Portugal é um país que está na moda, é um país, em que a localização do Autódromo do Algarve é muito boa, tem uma autoestrada que liga o aeroporto ao Autódromo, em 40 minutos e portanto reunimos um conjunto de condições para que o Grande Prémio se pudesse voltar a realizar.
Houve conversações por parte da FPAK e do AIA com o Governo, e chegou-se a um consenso para que pudesse haver Grande Prémio de Fórmula 1. Agora só uma situação que não estejamos a imaginar, uma quarta vaga, algo que não controlamos, o pode impedir” disse Ni Amorim, Presidente da FPAK ao AutoSport, recordando ainda que logo quando o GP de Portugal de 2020 se realizou, ficou com a sensação que
“Ouvi muito elogios da FIA. Acompanhei-os durante três dias em outubro, o próprio Jean Todt, na sua conta pessoal de Twitter, fez elogios ao Grande Prémio”, disse Ni Amorim, destacando que “tudo isto é feito por um conjunto de entidades que remaram todas para o mesmo lado e só assim se consegue este resultado final para um evento desta envergadura.
Agora, conversações estão a decorrer entre o AIA e as entidades competentes, para determinar mais em cima do acontecimento em que condições isto pode ser realizado. Faltam os meses de março e abril, portanto acho que vai haver alterações positivas, nos próximos tempos para que se possa permitir realizar um Grande Prémio com público”, concluiu.

Subscribe
Notify of
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
pedro_speed
pedro_speed
2 meses atrás

É sem dúvida, um grande passo para que o GP de Portugal se possa repetir nos próximos anos.

91730
91730
Reply to  pedro-prates44gmail-com
2 meses atrás

Só voltam este ano por causa da pandemia, infelizmente não penso como voçê, tomara que voçê esteja correcto e eu errado!

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x