/formula1/f1/gp-de-miami-de-formula-1-junta-se-ao-calendario-em-2022/
GP de Miami de Fórmula 1 junta-se ao calendário em 2022 | AutoSport

GP de Miami de Fórmula 1 junta-se ao calendário em 2022

Por a 18 Abril 2021 11:26

A Fórmula 1 está de regresso à Florida, com o novíssimo Grande Prémio de Miami, que já está confirmado no calendário da F1 de 2022.
A corrida, agendada para ser a primeira desde 1959 prevista para o estado norte-americano, vai realizar-se no novo layout desenhado no complexo do Hard Rock Stadium, nos Miami Gardens, ‘lar’ da famosa franquia Miami Dolphins da NFL.

Embora a data exacta da corrida ainda não tenha sido confirmada, o evento de 2022 será o primeiro de um acordo com a extensão de 10 anos, e significa que os EUA irão passar a acolher duas corridas, tal como há muito desejo da Liberty Media.

O circuito terá 5,41km, 19 curvas, três retas, e potencial para três zonas DRS, com uma velocidade máxima estimada de 320km/h. O Hard Rock Stadium, um centro polivalente de desporto e entretenimento, que já acolheu seis Super Bowls, duas World Series de Basebol e numerosos concertos de rock ficará, naturalmente no coração do complexo.

Miami será o 11º local onde a Fórmula 1 irá correr nos Estados Unidos, desde o início do Campeonato, em 1950, depois de Indianápolis, Sebring, Riverside, Watkins Glen, Long Beach, Las Vegas, Detroit, Dallas, Phoenix e Circuito das Américas em Austin.

A corrida proporcionará um impulso turístico adicional e impacto económico às empresas locais na região da grande Miami, como sucede em todo o lado onde vai a F1. Os residentes terão descontos nos bilhetes, e haverá ainda um programa de apoio às empresas locais, e à comunidade, para assegurar que obtêm todos os benefícios da corrida nos Miami Gardens, incluindo um programa educativo STEM através da F1 nas escolas, bem como a oportunidade das empresas locais participarem no fim-de-semana da corrida.

“Estamos entusiasmados por anunciar que a Fórmula 1 irá correr em Miami a partir de 2022”, disse Stefano Domenicali, Presidente & CEO da Fórmula 1: “Os EUA são um mercado chave para nós, e estamos muito encorajados pelo nosso crescente alcance nos EUA, que será ainda mais apoiado por esta segunda corrida. Iremos trabalhar em estreita colaboração com a equipa do Hard Rock Stadium e da FIA para assegurar que o circuito proporcione corridas emocionantes, mas também deixe uma contribuição positiva e duradoura para a comunidade local.
Estamos gratos aos nossos adeptos, aos funcionários eleitos de Miami Gardens e à indústria turística local pela sua paciência e apoio ao longo de todo este processo. Estamos ansiosos por trazer a Miami, pela primeira vez na história do nosso desporto, o maior espectáculo de corridas do planeta”.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1
0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x