/formula1/f1/formula-1-antonio-giovinazzi-mais-uma-volta-e-teriamos-terminado-nos-pontos/
Fórmula 1, Antonio Giovinazzi: “Mais uma volta e teríamos terminado nos pontos” | AutoSport

Fórmula 1, Antonio Giovinazzi: “Mais uma volta e teríamos terminado nos pontos”

Por a 13 Outubro 2021 17:42

A Alfa Romeo pode ter pedido a Antonio Giovinazzi para trocar com Kimi Raikkonen, o piloto italiano não o fez e afirma que estava a uma volta de conseguir os atingir o décimo posto e garantir mais um ponto no campeonato. Ambas as partes terminaram a corrida frustradas e a situação do piloto dentro da equipa pode ficar ainda mais frágil, numa altura em que deveria estar a lutar para manter a posição. 

“Mais uma volta e teríamos ficado nos pontos”, disse o piloto, citado pelo formula1.com. “Mas tentamos o nosso melhor, infelizmente é assim, e agora aguardamos com expectativa a próxima. Não foi certamente uma corrida fácil, especialmente quando mudei de pneus. Os pneus não estavam prontos e foram necessárias algumas voltas para encontrar aderência. Mas foi difícil para todos e estou realmente desapontado por não estarmos nos pontos por uma volta“.

Relembramos que foi dito pela equipa a Giovinazzi, que deixasse passar Kimi Raikkonen na volta 52, com o plano de trocar de lugar na curva 1 na volta seguinte. Giovinazzi não cedeu a posição. A meio dessa volta foi-lhe dito novamente: “Antonio, troca de posição com o Kimi, é cerca de um segundo mais rápido”. Voltou a não o fazer. O italiano disse que encontraria mais ritmo se forçasse mais na curva 8 e tentasse aumentar o ritmo igualando o de Raikkonen. Foi-lhe dito que o tempo do colega de equipa era de de 1:32.5s. Durante este período da corrida, Giovinazzi foi incapaz de dar voltas mais rápidas do que 1:33.165s.

Subscribe
Notify of
2 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
garantia4
garantia4
13 dias atrás

— O tempo de 1:32.58 do Kimi ( a sua VMR) foi na volta 50. Na volta 52 o Giovinazzi começou a baixar os seus tempos de 1:36.997 à 51 para 1:33.665 e e 1:33.353 na 52 e 53, ambos até mais baixos que os do Kimi. —Durante este período da corrida, Giovinazzi foi incapaz de dar voltas mais rápidas do que 1:33.165s. Não é verdade. Na 57 e última fez a sua melhor volta na corrida, 1:32.904, menos 4.40 seg que o Kimi, o que mostra que houve qualquer coisa de anormal antes, agora revelado neste artigo do autosport… Ler mais »

Pity
Pity
12 dias atrás

Há coisas muito curiosas. Até há coisa de um mês, podia-se “bater” no Giovinazzi à vontade, que não havia quem o defendesse, agora não se pode criticar o menino, nem ao de leve, nem sequer relatar factos verídicos, que surgem logo advogados de defesa. Porque será?

últimas F1
últimas Autosport
f1