F1, Zak Brown: “Gastamos mais dinheiro que o necessário”

Por a 12 Junho 2019 14:30

O tema do tecto orçamental está, como seria de esperar, a causar divisão entre as equipas. Se por um lado as equipas do meio da tabela querem uma redução nos custos da competição, as equipas de topo querem que essa medida seja adiada.

Zak Brown, chefe da McLaren lançou o aviso e quer que o futuro seja decidido o quanto antes:

“Queremos o que trouxer o melhor equilíbrio ao desporto. Gastamos muito mais dinheiro do que precisamos para correr e dar um bom espectáculo aos fãs. Somos um dos poucos sectores que não se ajustaram às realidades económicas de hoje e temos mais desequilíbrios financeiros entre os concorrentes do que qualquer outro outro desporto de topo. Devemos fazer com que todas as equipas tenham uma oportunidade razoável de serem competitivas. Precisamos definir o futuro antes que seja tarde demais.”

“Quanto mais o tempo passa, mais parece favorecer as equipas maiores, que aproveitam a sua actual força”, afirmou o director da Renault F1, Cyril Abiteboul. “Eu entendo que todos aceitam o princípio dos regulamentos financeiros, o tecto orçamental, e números e exclusões que foram propostos. Então, para mim, não há razão para não definir isso em pedra, a menos que as pessoas não estejam agindo de boa fé e estejam de facto dispostas a obter algo diferente do que foi, acreditamos, acordado.”

Um tema que promete dar ainda muito que falar.

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
chicanalysis
Membro
chicanalysis

Ao Alonso pagaste mais do que o necessário. Seguramente a relação preço/beneficio foi negativa.

Honda Power
Membro
Honda Power

E continua a pagar… para não falar do que foi gasto para dar umas voltitas a brincar numa oval.

últimas F1
últimas Autosport