/formula1/f1/f1-que-equipa-evoluiu-mais-na-primeira-metade-da-epoca/
F1: Que equipa evoluiu mais na primeira metade da época? | AutoSport

F1: Que equipa evoluiu mais na primeira metade da época?

Por a 9 Agosto 2022 15:45

A F1 vive dos desenvolvimentos dos carros. Os engenheiros pensam horas a fio em novas soluções que poderão dar aquela pequena vantagem que pode fazer a diferença e permitir a vitória. Mas quem terá feito o melhor trabalho ao longo do ano?

As equipas procuram constantemente novas soluções. Tentam novas ideias para ganhar vantagem e isso é especialmente verdade no começo de uma nova era, como acontece este ano. A nova filosofia da F1, ao contrário do esperado, permitiu que as equipas explorassem conceitos radicalmente diferentes, permitindo uma variedade saudável de formas nos monolugares. As evoluções têm chegado aos carros, mas é preciso sempre contar com o limite orçamental que coloca um travão à vontade das equipas de topo de esbanjar dinheiro. Ainda assim, temos visto evoluções em todos os carros.

Que equipa se destacou mais? Há pelo menos três que se destacam como as que conseguiram maiores ganhos ao longo da primeira metade. Olhando para os tempos médios das equipas nas três primeiras e das três últimas qualificações, conseguimos entender que a Williams, a Aston Martin e a Mercedes foram as equipas que mais ganharam. A Williams conseguiu uma melhoria de 0.8% nos tempos por volta, o que é digno de nota, apesar de a equipa ter pontuado apenas nas primeiras corridas do ano. Um dado curioso, mas que mostra também a evolução do resto do pelotão e as dificuldades que a equipa tem sentido nas corridas. A Aston Martin tem dado sinais mais claros de melhoria e apesar de se manter atrás da Williams em ritmo puro, pontuou em seis das últimas sete provas, o que confirma o que disse Sebastian Vettel, quando apontou a qualificação como o Calcanhar de Aquiles da equipa. Por fim, no top 3 das equipas que mais melhoraram a Mercedes, com um salto de 0.37% face aos tempos médios do início do ano. Parece evidente que a Mercedes tem melhorado e basta ver a sequência de bons resultados da equipa. A Mercedes conseguiu aproximar-se da Red Bull e da Ferrari, estando cada vez mais perto do duo da frente.

Do outro lado da balança, a Alpha Tauri, Alfa Romeo e Alpine, as três equipas que estagnaram com o resultado dessa estagnação a ser claro do lado da Alpha Tauri e Alfa Romeo que apenas pontuaram uma vez nas últimas seis corridas. A Alpine apresentou um carro rápido desde início, mas parece estar a deixar a McLaren aproximar-se em ritmo puro, apesar de ter apresentado fortes prestações em corrida graças ao excelente trabalho dos seus pilotos.

Claro que é preciso olhar com algum cuidado para os dados, pois há muitos fatores a ter em conta e olhar apenas para a média dos melhores tempos em qualificação pode ser redutor. O caso da Aston Martin e da Alpine mostra isso mesmo, pois são duas equipas que têm estado muito melhor em corrida do que em qualificação. Mas dá-nos uma ideia de como a evolução tem sido e que equipas estão a conseguir tornar o carro mais rápido.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Autosport Exclusivo
últimas Autosport
autosport-exclusivo