F1: Hulkenberg fala sobre o desafio da vinda de Ricciardo para a Renault

Por a 7 Dezembro 2018 11:20

Nico Hulkenberg, piloto da Renault terá em 2019 um novo colega de equipa. O alemão fez questão de dar as boas vindas a Daniel Ricciardo pelas redes sociais assim que a notícia foi tornada pública e o alemão mostrou-se satisfeito com a escolha, ele que tem uma boa relação com o australiano.

No entanto, Hulkenberg sabe que terá de subir o nível para fazer frente ao seu novo companheiro:

“Venha de lá o desafio, não tenho medo de ninguém”, disse Hulkenberg. “Provavelmente será muito desafiador e talvez tenha que encontrar mais uma velocidade, mas vamos ver o que acontece. Eu acho que o confronto entre colegas de equipa é sempre importante – as pessoas de fora olham para esse tipo de comparação”, disse ele. “As pessoas dentro da equipa, sabem mais sobre o que realmente está acontecer. É muito mais importante que a equipa e o carro continuem a progressão.”

Quanto à parceria com Carlos Sainz, o alemão dominou mais uma vez e foi o melhor piloto da equipa, algo que acontece desde a sua entrada na estrutura francesa. Hulkenberg considera que Sainz fez um bom trabalho, apesar de ter ficado claramente abaixo do nível de Hulkenberg:

“Eu não diria que esperava mais [de Sainz] – ele é um ótimo piloto, muito competitivo, muito rápido. Ele foi muito útil e bom para a Renault e para o nosso desenvolvimento também – ele contribuiu muito para o crescimento da equipa.

Para Hulkenberg Ricciardo será um grande desafio e obrigará o alemão a dar ainda mais de si.  Hulkenberg é um caso estranho na F1. O seu talento está acima de qualquer dúvida, mas por algum motivo ainda não conseguiu subir ao pódio. Nas oito épocas em que esteve na F1, 2018 foi o seu melhor ano, tendo acabado em sétimo na geral. Com 156 GP no seu CV, o melhor que conseguiu foi um quarto lugar (por três vezes). Já teve como companheiros de equipa Rubens Barrichello, Paul Di Resta, Esteban Gutierrez, Jolyon Palmer, Sergio Perez e Carlos Sainz e sempre conseguiu equilibrar as contas ou até levar a melhor na maioria dos casos. Talvez Perez tenha sido o piloto que mais trabalho lhe deu até agora e Hulkenberg saiu da Force India com um score negativo.

Agora com Ricciardo terá ao seu lado um dos melhores e terá a hipótese de provar que está ao seu nível. Será Hulkenberg capaz de superar este desafio? É uma das grandes interrogações de 2019 e um dos pontos de interesse da próxima época. 07

10
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Cágado1
Membro
Cágado1

Mal foi anunciada a dupla com o Sainz disse logo que o Hulk o iria tornar um piloto vulgar. Assim foi (ou quase). Tb disse que ele este ano conquistaria o 1º pódio – que esperava que fosse no Azerbaijão, mas ele lembrou-se de ir contra o muro e, infelizmente, nesse palpite falhei. Agora vai ser outro nível de desafio. Espero que para o ano ambos obtenham alguns pódios… e algumas vitórias em 2020.

jo22101626
Membro
jo22101626

Tenho muitas dúvidas quanto à capacidade de Hulkenberg. Para mim o Ricciardo vai destruí-lo, caso contrário acho até que o resto das equipas vai começar a olhá-lo de forma diferente

chicanalysis
Membro
chicanalysis

Pouca gente está a colocar a questão pelo lado oposto. O Ricciardo também vai ter que dar provas que num carro mais fraco consegue manter um desempenho de topo. Seria surpreendente, mas bastante revelador, se a disputa entre os dois se viesse a revelar muito equilibrada. Até explicaria a ausência do Hulk dos pódios. Pessoalmente acredito no ascendente do Ric. mas é melhor esperar para ver.

Cágado1
Membro
Cágado1

A grande vantagem do Ricciardo é no corpo-a-corpo, onde acho que o Hulk tem muito que melhorar. Já em velocidade estou muito curioso para ver, pois não sei o que esperar.

old-player
Membro
old-player

Esta próxima temporada a Renault tem que subir de rendimento e meter se na luta pelo podium.

no-team
Membro
no-team

Renault prepara-se para ter uma das duplas mais completas do pelotão, espero que consigam ajudar a elevar o nível da equipa, o próximo passo é chegar ao pódio.

MVM
Membro
MVM

Uma equipa composta pelos dois pilotos mais sobrevalorizados da F1. Decididamente, não é com pilotos assim que a Renault vai voltar ao topo.

Cágado1
Membro
Cágado1

Bebeste, só pode!…

2fast4u
Membro
2fast4u

Eu diria que o Hulk vai ter a sua oportunidade para mostrar do que é capaz com um carro competitivo em teoria, pois já vimos do que o Dani era capaz.
Tanto um como outro foram para mim uma agradável surpresa quando entraram na F1, e será realmente um dos duelos interessantes que teremos para o ano.
Quem sai a ganhar é a Renault que tem pilotos à altura das ambições

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Bem, a dupla Hulkenberg-Ricciardo é uma das boas duplas no futuro. Por um lado temos Hulkenberg, um piloto tipicamente alemão, regular, estável de resultados, não é um fora-de-série (pelo menos na F1), mas é um ganha-pão certo de pontos para qualquer equipa. Por outro temos Ricciardo, um dos melhores a ultrapassar, um piloto emocional, rápido, letal em certas situações e que demonstrou que com um bom carro, pode lutar pelas vitórias. Para os dois o companheiro vai ser um desafio, Ricciardo é um piloto explosivo, imprevisível no que toca a ultrapassar, regular q.b. Isso pode meter Hulkenberg em apuros, porque… Ler mais »

últimas F1
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png