F1: Cosworth ainda longe do regresso à F1

Por a 12 Janeiro 2018 14:01

Com os novos regulamentos a serem ainda desenhados, sob a premissa de atrair mais construtores, baixando a complexidade e os custos, há já movimentos que parecem positivos, nomeadamente a Aston Martin que, segundo as últimas notícias está já a trabalhar numa base para uma possível entrada na F1.

Outros dos construtores que tem sido apontado como interessado é a Cosworth. O fabricante britânico tem estado atento aos progressos nas discussões e segundo Bruce Wood, responsável da marca, os objetivos traçados agradam. Se na atualidade entrar na F1 é um risco tremendo tendo em conta a complexidade e os custos da tecnologia, com o plano proposto, os custos e a dificuldade diminuem e assim torna-se mais fácil para a Cosworth entrar. Mais fácil, mas não provável, pelo menos a solo.

Para já está fora de questão a entrada na F1 sem o apoio de uma marca ou de um investidor. A vontade regressar à F1 existe, mas os orçamentos necessários são ainda proibitivos. A porta está assim aberta, mas é preciso um empurrão para que o passo em frente seja dado e até ao momento não parece haver sinal verde para isso.

A Cosworth foi criada em 1958 e desde sempre se especializou em motores de alta eficiência, desenhados para a competição, tendo vivido uma época de ouro nos anos 60 e 70 na F1 e esteve representada no Grande Circo até 2013 (com uma interrupção de 2007 a 2009). Com a entrada em cena das unidades turbo-híbridas a marca retirou-se por não ter capacidade financeira para avançar com um projeto de tal exigência.

Bernie Ecclestone entendeu desde início que era preciso criar condições para a entrada de fornecedores privados de motores para assim equiparem as equipas com menos capacidade financeira, mas até agora essa vontade nunca passou disso mesmo. As novas regras que estão a ser delineadas pela Liberty querem retificar essa lacuna, mas ainda não é certo que venha a surtir o efeito desejado, isto se os consensos necessários forem atingidos. Para já o interesse está a crescer, mas não passa disso.

Para a Cosworth está fora de questão a entrada na F1 sem o apoio de uma marca ou de um investidor

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    Deixe um comentário

    Please Login to comment
      Subscribe  
    Notify of
    últimas FÓRMULA 1
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png