Yves Matton: “Estamos entusiasmados com a ideia de escrever um novo capítulo na nossa história com o WTCC”

Por a 16 Dezembro 2013 15:02

Dia após dia, semana após semana, a Citroën Racing faz a contagem decrescente antes do pontapé de saída do Campeonato do Mundo de Carros de Turismo, numa prova que terá lugar a 5 e 6 de abril de 2014 em Marraquexe. Muito foi já feito desde a formalização deste compromisso, a 19 de Julho último! Depois da materialização dos desenhos CAD, o Citroën CElysée WTCC entrou imediatamente em pista para o seu primeiro teste. Desde então, seguiram-se sessões de desenvolvimento, com o duplo objectivo de obter uma viatura com alto desempenho e fiabilidade. Parte integrante do projecto desde a sua génese, Sébastien Loeb foi o primeiro piloto confirmado na equipa. Aos 39 anos, o nónuplo Campeão do Mundo de Ralis enfrenta, provavelmente, o desafio mais ousado da sua carreira. Com a humildade de um estreante, partiu de uma folha em branco para aprender tudo sobre uma disciplina fundamentalmente diferente daquela em que se destacou! Para o fazer, o alsaciano multiplicou-se em experiências em provas de pista, obtendo mesmo várias vitórias na categoria GT.

Simultaneamente professor e adversário de Sébastien Loeb, Yvan Muller é um dos trunfos da Citroën Racing nesta nova aventura. Formado na escola dos monolugares, irresistível em corridas sobre o gelo, o “outro alsaciano” é, acima de tudo, um dos pilotos mais versáteis do planeta, contando com vinte temporadas no seu palmarés! Após obter o seu quarto título mundial em 2013, Yvan tornou-se no mais premiado piloto na história do WTCC. E está longe de ficar por aqui! Ao lado dos dois franceses surge José-María López, como terceiro piloto oficial da Citroën Racing. Chegando às portas da Fórmula 1, após um curso brilhante em monolugares, o argentino adaptou-se rapidamente às corridas de GT e de carros de turismo. Inscrito no muito popular TC2000, o piloto de cognome ‘Pechito’ ganhou o campeonato nacional argentino em 2008, 2009 e 2012 (Super TC). A sua experiência no WTCC limita-se à reunião prova que teve lugar no circuito Termas de Río Hondo em 2013. Mas com uma vitória na segunda ronda, ele não deixou de criar sensação!

Yves Matton, Director da Citroën Racing: “Depois de dez anos no topo do WRC, estamos entusiasmados com a ideia de escrever um novo capítulo na nossa história em comum com o Sébastien Loeb. Escolhemos o WTCC porque é uma disciplina que garante custos controlados, um calendário verdadeiramente global e um forte impacto em termos de imprensa. Tal como nos rally-raids e no WRC, procuramos contar com os melhores pilotos na nossa equipa. Muito envolvido no desenvolvimento da viatura, Yvan Muller é um dos motores do nosso progresso. Mas esperamos também muito de José-María Lopez, piloto que se mostrou um enorme à vontade logo desde os seus primeiros testes ao volante do C-Elysée WTCC…”

últimas Pistas
últimas Autosport