Pilotos da Audi frisam rapidez em Silverstone apesar do duplo abandono

Por a 22 Abril 2014 14:19

A primeira ronda do Mundial de Resistência não correu bem à Audi, que teve um duplo abandono. Os pilotos não deixam de lamentar os resultados, mas destacam que houve aspetos positivos nas 6 Horas de Silverstone antes da chegada da forte chuva os ter ‘vitimado’.

No carro nº 2, Marcel Fassler explicou que “o carro estava muito rápido na qualificação, tal como na primeira fase da corrida. Estávamos numa boa posição antes da chuva, mas infelizmente tomámos a decisão errada de continuar com pneus slick durante tanto tempo. Algumas coisas correram errado, o que normalmente nunca acontece à Audi”. André Lotterer lembrou que “fiz um bom arranque e assumi a liderança. Infelizmente há dias como este, é muito azar mas temos que viver com isto. A boa notícia é que o nosso carro é rápido, o que se mostrou com as nossas voltas mais rápidas”. Já Benoit Treluyer acrescentou que “vamos analisar ao detalhe nos próximos dias. Como piloto, pode cometer-se um erro, mas precisamos de encontrar a causa e assegurar que algo assim não acontece em Le Mans”.

Já no Audi nº 1, Lucas di Grassi, que pilotava na altura do acidente, admitiu que “não esperava a chuva tão forte e por isso continuem nos pneus slick. Mas infelizmente a pista estava demasiado fria e molhada. Foi por isso que tive o acidente, no qual o monocoque ficou severamente danificado e tivemos que desistir”. Loic Duval frisou que “não culpo ninguém pelo acidente porque estava a chover muito enquanto estávamos em slicks. Esperávamos que a chuva acabasse rapidamente. Infelizmente não aconteceu e o nosso carro teve o acidente. Mas do lado positivo, fomos muito competitivos este fim de semana”. Tom Kristensen rematou que “infelizmente a nossa corrida ficou muito curta após dois dias promissores de treinos. As condições tornaram-se muito perigosas na chuva e o nosso carro saiu de pista. Precisamos de evitar situações destas no futuro”.

últimas Pistas
últimas Autosport