Homologação do DTM congelada até ao fim de 2015

Por a 6 Junho 2014 17:45

A comissão do DTM definiu que a atual tecnologia dos carros deverá ser mantida até ao final da época de 2015, definindo mais medidas de redução de custos para o campeonato. A homologação dos carros de DTM fica assim congelada até ao final de 2015, vigorando desde o passado dia 1 de março, bem como não será permitido homologar componentes individuais principalmente ao nível da suspensão, algo em vigor desde 2 de junho. Os prazos de homologação só poderão ser alterados pela DMSB com uma candidatura conjuntas dos três construtores do campeonato, a BMW, Audi e Mercedes. Esta última, terá a oportunidade de melhorar o seu carro de acordo com os regulamentos técnicos e participar num dia de testes a 25 de setembro, numa resposta ao facto da marca da Estrela estar algo atrás das rivais.

Recorde-se que a Comissão do DTM é constituída pelos diretores desportivos dos três construtores do campeonato, Wolfgang Ullrich (Audi), Jens Marquardt (BMW) e Toto Wolff (Mercedes), bem como o presidente da detentora e promotora do DTM, a ITR, Werner Aufrecht, Hermann Tomczyk (Presidente Honorário da DMSB), Hans-Joachim Stuck (Presidente da DMSB), Gerd Ennser (membro do comité da DMSB) e Christian Schacht (Secretário-Geral da DMSB).

Nas palavras de Aufrecht, este congelamento é vital na redução de custos, mas lembrou que as exceções criadas a algumas melhorias “demonstra que os três fabricantes de carros premium envolvidos vivem o verdadeiro espírito do DTM”. Já Hans-Joachim Stuck, Presidente da DMSB, acrescentou que “estou convencido que isto é no interesse do DTM e ainda mais dos adeptos que os três construtores envolvidos no campeonato estejam a par uns dos outros”.

últimas Pistas
últimas Autosport