Pirelli World Challenge, Álvaro Parente: “Nunca esperei alcançar um pódio aqui”

Por a 16 Abril 2018 10:20

Álvaro Parente começou a terceira ronda do Pirelli World Challenge, em Long Beach, no nono lugar da grelha de partida. O português antevia uma passagem difícil pelo traçado californiano, dadas as características deste, o que acabou por se verificar, tendo que “espremer” todo o potencial do Bentley Continental GT3 para poder realizar tempos minimamente competitivos.

“Era muito difícil fazer melhor! Dei o máximo e consegui tirar todo o potencial do Bentley, mas este circuito não nos é favorável, como já estávamos à espera. Apesar de tudo, é um bom resultado”, afirmou o piloto que defende as cores da K-PAX Racing.

Apesar de todas as dificuldades, Parente conquistou o terceiro lugar, aproveitando alguns erros adversários. Álvaro Parente realizou um bom arranque, subindo ao sexto posto, por onde se manteve, com uma pilotagem eficaz que lhe permitiu aproveitar os erros alheios.

“As perspectivas não eram as melhores, portanto, sabia que tinha que arriscar um pouco na partida. Arranquei bem e consegui ganhar muitas posições, o que foi determinante para o desfecho da prova. Andei sempre no máximo, só assim consegui manter a minha posição. Depois, foi aproveitar os erros dos outros para ir subindo na classificação. Nunca esperei alcançar um pódio aqui, mas todos na equipa trabalhámos afincadamente para podermos tirar o máximo de partido das circunstâncias. Esta subida ao pódio é a recompensa pelo esforço de todos. Foi um excelente resultado para um fim-de-semana difícil”, disse o piloto.

A próxima ronda do Pirelli World Challenge disputa-se entre os dias 27 e 29 de Abril, na Virginia, mas, já no próximo fim-de-semana, o português inicia a sua campanha no Blancpain GT Series Endurance Cup, tendo o histórico circuito de Monza como pano de fundo.

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
ze-do-pipo
Membro
ze-do-pipo

Este Bentley não anda, é uma autêntica “banheira”… de tal modo que até o Parente (nada habitual nele…) “adormeceu” no retomar da prova quando o Safety Car saiu da pista! Para quem andou em último da classe e a fugir dos primeiros da outra classe, foi um 3º lugar caído do céu.

últimas Newsletter
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png