GT Open: Miguel Ramos e Henrique Chaves mais perto do título

Por a 18 Outubro 2020 16:39

Miguel Ramos e Henrique Chaves venceram a segunda corrida do International GT Open, que se realizou hoje em Spa-Francorchamps. Desta forma, a dupla lusa vai para a derradeira prova com os mesmos oito pontos que já tinha à entrada deste fim de semana. Desta forma, o título está agora mais perto. Uma estratégia perfeita da dupla portuguesa do McLaren #59, levou-os a uma vitória muito importante.

Para Henrique Chaves e Miguel Ramos esta foi a sua segunda vitória da temporada do ano no International GT Open. Depois do quarto lugar na primeira corrida, de ontem, a dupla estava determinada em conquistar uma vitória e na qualificação matinal asseguraram o terceiro lugar na grelha de partida, o que lhes abria boas perspetivas para a prova da tarde.

No arranque para a corrida de sessenta minutos, Henrique Chaves ganhou uma posição, lançando-se na perseguição ao líder, colocando-lhe forte pressão. No entanto, o português não precisava de arriscar, dado que o seu rival tinha o handicap máximo, o que ditaria que, se se mantivesse no seu encalço durante o seu turno, Miguel Ramos sairia das boxes com o McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport no comando após a troca de pilotos.

O piloto de Torres Vedras mostrou-se muito rápido, mantendo o primeiro classificado sempre sob o seu olhar atento e o seu colega de equipa, após a passagem de testemunho, assumiu a liderança, caminhando com segurança para a vitória com uma vantagem de quase seis segundos para o segundo classificado. “Hoje queríamos mesmo vencer! Por um lado, porque considerávamos que tínhamos ritmo para isso e, por outro, era importante para o campeonato. Arranquei bem e ganhei uma posição e, depois, sabia que se mantivesse o primeiro classificado por perto, o Miguel ficaria no comando e foi o que aconteceu. O Miguel esteve muito bem no seu turno, levando o carro até ao triunfo. Foi uma prova em que todos nós maximizámos o nosso potencial e isso foi determinante para o triunfo”, afirmou o português.

Com a segunda vitória da temporada da dupla lusa, Henrique Chaves e Miguel Ramos vão para o derradeiro evento da época na liderança do Campeonato de Pilotos com uma vantagem de oito pontos para a equipa no segundo lugar. “Foi um fim-de-semana difícil, mas saímos daqui no comando e com a mesma vantagem que tínhamos antes de chegar a Spa-Francorchamps. Esta vitória de hoje foi muito importante para as contas e para dar confiança a toda a equipa e agora vamos para Barcelona numa posição mais confortável. Contudo, teremos de estar no nosso melhor para conquistarmos o título deste ano”, concluiu o português.

No global foi uma fantástica vitória para os portugueses, tal como referiu Miguel Ramos, “A nossa estratégia resultou em pleno. No sábado limpámos handicap para hoje podermos estar mais competitivos. São assim as regras, tendo que nos habituar e jogar com elas. Ainda por cima estávamos com mais 20kg de lastro e tínhamos de fazer uma corrida muito inteligente. O Henrique estava com bom ritmo e manteve o April sempre sobre pressão e isso foi muito importante para estarmos próximos na altura do Pit-Stop. Quando entrei para o meu stint, apanhei pista livre à frente e estávamos no primeiro lugar, ainda que o Yoluc no Aston me tivesse tentado pressionar, ao que consegui responder e restabelecer a diferença. No final da corrida o Fabrizio no Bentley ainda conseguiu passar o Yoluc, mas todos sabíamos que ele estava com uma penalização de 15seg e por isso iria cair bastante na classificação. Contudo, nem se chegou a aproximar de nós e com isso ganhamos na pista que é sempre o mais bonito de acontecer. Por fim, deixo uma palavra em especial a um amigo, dedicando esta vitória ao pai do Fabrizio Crestani que está no Hospital e daqui lhe envio um forte abraço desejando uma rápida recuperação”.

Salih Yoluc e Charlie Eastwood, em Aston Martin Vantage GT3, e Fabrizio Crestani e Yannick Metler, em Bentley Continental GT3, acompanharam por esta ordem a dupla portuguesa na subida ao pódio. A próxima e ultima prova do GT Open 2010 terá lugar em Barcelona (Espanha) entre 30 de Outubro e 1 de Novembro e a dupla Portuguesa Miguel Ramos e Henrique Chaves mantêm a liderança com os mesmos 8 pontos de vantagem para a dupla do Ferrari, Louis Prette – Vincent April que tinham na chegada à Bélgica.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Destaque Homepage
últimas Autosport