GT Open, Henrique Chaves: “Sem o toque que me deram, teríamos vencido”

Por a 22 Setembro 2019 00:11

Henrique Chaves terminou a primeira corrida da ronda do Circuit de Barcelona – Catalunya do International GT Open no terceiro lugar, depois de uma corrida de grande emotividade. Com a tempestade que se abateu sobre o traçado espanhol, a pista mostrou-se bastante difícil na qualificação, mas ainda assim Martin Kodric, o colega de equipa do piloto de Torres Vedras, levou o McLaren 720S GT3 da Teo Martín Motorsport até ao quinto lugar da grelha de partida.

Na corrida, o asfalto do Circuit de Barcelona – Catalunya voltou a apresentar-se bastante molhado, tendo todos os pilotos arrancado para a prova de setenta minutos com pneus para chuva. Com a pista muito difícil, foram muitas as situações complicadas, com diversos toques, e no final da primeira volta, Martin Kodric era décimo sétimo, depois de uma passagem por uma escapatória, o que o obrigou a encetar uma recuperação.

Com a pista a secar, o piloto oficial da McLaren Costumer Racing foi ganhando posições, entregando o carro britânico a Henrique Chaves na sétima posição, estavam decorridas dezanove voltas. O português, então já com pneus slicks, imprimiu um andamento alucinante, sendo claramente o piloto mais rápido em pista, realizando ultrapassagem atrás de ultrapassagem. Quando estava já na luta pelos lugares do pódio, e quando se preparava para ganhar mais uma posição, acabou por ser apertado pelo seu adversário, lançando-o para uma viagem a alta velocidade pela escapatória, conseguindo, contudo, evitar um embate violento com as barreiras de proteção.

Apesar da situação difícil e de ter perdido mais de seis segundos e dois lugares, Henrique Chaves não baixou os braços e voltou a exibir um ritmo avassalador, assinando a volta mais rápida da corrida.

No final, o piloto de Torres Vedras conseguiria recuperar até terceiro, depois de uma ultrapassagem musculada, um resultado muito positivo numa corrida em que foram muitos os obstáculos a ultrapassar. “Não foi fácil! Tivemos muitas contrariedades, o que é normal numa corrida disputada com piso molhado. Conseguimos ir suplantando as dificuldades e conquistámos mais um pódio. Mostrámos um bom ritmo e penso que, sem o toque que me deram, teríamos vencido, mas as corridas são assim”, afirmou Henrique Chaves.

Para a segunda corrida do fim-de-semana, o piloto da Teo Martín Motorsport está determinado em voltar a repetir um bom resultado: “Teremos cinco segundos de handicap para a segunda corrida, mas penso que, mesmo assim, poderemos terminar com uma boa classificação. Vamos trabalhar para colocar o carro direito para a qualificação, dado que ficou um pouco danificado depois das lutas de hoje, mas estive rápido e penso que estarei em condições de alcançar uma boa posição na grelha de partida. Em princípio, a pista estará seca e acredito que poderemos ter uma boa classificação na corrida, vencer de preferência, e é para isso que vamos trabalhar”, concluiu Henrique Chaves.

A segunda corrida do fim-de-semana do Circuit de Barcelona – Catalunya terá o seu início às 13h20, Hora de Portugal Continental, e poderá ser seguida em directo através do website da competição e da Sport TV1. A qualificação será disputada a partir das 08h30.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas GT OPEN
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.
Nós não partilhamos os seus dados pessoais com ninguém.