/velocidade/imsa-filipe-albuquerque-foi-uma-corrida-fora-de-serie/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=imsa-filipe-albuquerque-foi-uma-corrida-fora-de-serie&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=imsa-filipe-albuquerque-foi-uma-corrida-fora-de-serie
IMSA, Filipe Albuquerque: “Foi uma corrida fora de série” | AutoSport

IMSA, Filipe Albuquerque: “Foi uma corrida fora de série”

Por a 13 Junho 2021 09:46

Filipe Albuquerque terminou a quarta corrida da temporada do campeonato Norte Americano de Resistência em Detroit no terceiro lugar do pódio, depois de mais uma corrida de nervos. O piloto português e o seu companheiro de equipa, Ricky Taylor arrancaram da quarta posição da grelha, caíram para o quinto posto e recuperaram até terceiro quando problemas de motor pareciam ditar um resultado muito longe do esperado.

No entanto, pese embora as adversidades, o desempenho em pista foi notável e o duo do Acura #10 conseguiu cruzar a linha de meta no terceiro lugar e manter a primeira posição nas contas do Campeonato.
 
No final da corrida Filipe ainda sentia a adrenalina a correr nas veias: “Foi uma corrida fora de série. Sabíamos que este não era circuito para o nosso carro, mas nem por isso nos demos por vencidos. Tínhamos de ir à luta. o Ricky fez o arranque, caiu para quinto. Mas o Acura estava com um óptimo andamento. Conseguiu recuperar para terceiro, posição em que me entregou o carro”, explicou Filipe.
 

IMSA Detroit Belle Isle, June 2021(Photo by Brian Cleary/BCPix.com)

Coube ao piloto português disputar o segundo e ultimo ‘stint’ da prova: “o carro estava bom e pensei que poderíamos lutar por melhor posição. Mas, do nada, o motor do nosso carro perde potência, faltavam cerca de 27 voltas para o final. Vi a nossa corrida a andar para trás. Sabendo que recuperar posições era impossível naquelas condições, foquei-me em não perder lugares. Então foi uma luta do ‘gato e do rato’. Sempre a defender a minha posição, de olhos postos nos retrovisores para não ser surpreendido pelos meus adversários. Foi uma loucura, mas contra tudo e contra todos cruzámos a meta em terceiro”, continuou.
 
“Parecia que tinha ganho a corrida tal era o estado de felicidade. Não é fácil numa corrida deste tipo e num circuito como este fazer isto. Mas conseguimos e isso foi muito importante pois continuamos na frente do Campeonato”, concluiu Filipe Albuquerque.

Piloto português mantém liderança do Campeonato Norte Americano de Resistência. Dentro de 15 dias Filipe está de regresso às pistas americanas para disputar a 26 e 27 de Junho mais uma jornada em Watkins Glen.

Subscribe
Notify of
3 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
F1 Forever
F1 Forever
1 mês atrás

E perde-se assim um campeonato de LMP2, o título individual será disputado pelos 2 colegas de equipa que fazem as provas todas.

tp84
tp84
Reply to  F1 Forever
1 mês atrás

esse titulo ja foi conquistado no ano passado, agora tem este que pode conquistar e garantir um programa oficial em Le Mans num Lmdh. Não percebo onde é que é melhor um 2 titulo de LMP2 qd comparado com tudo o que este projecto Acura tem para dar.

Cágado1
Cágado1
Reply to  F1 Forever
1 mês atrás

Na realidade só 1 dos pilotos vai fazer as provas todas, o outro apanhou covid e tb não está em Portimão (Fabio Scherer). De qq forma, não somos ninguém para julgar as prioridades do Filipe, ele sabe por certo porque dá prioridade ao IMSA.

últimas IMSA
últimas Autosport
imsa