Rally-Raid Portugal: Carlos Sainz defende liderança do W2RC, João Ferreira entre os favoritos

Por a 2 Abril 2024 19:13

A participação de Carlos Sainz, ao volante do novo MINI JCW Team da X-Raid, acrescenta ainda mais interesse à luta pelo título do W2RC, que vai intensificar-se no bp Ultimate Rally-Raid Portugal. O histórico triunfo do espanhol com a Audi no último Dakar deu-lhe o comando do Mundial, mesmo sem ter participado no Abu Dhabi Desert Challenge, onde Nasser Al-Attiyah e o Prodrive Hunter T1+ se superiorizaram à concorrência. Apenas nove pontos separam os dois primeiros classificados antes da ronda portuguesa, um terreno que até é familiar a ambos, apesar do caráter inédito da prova do Automóvel Club de Portugal.

Mas Sainz e Al-Attiyah não estão sozinhos na luta pelo título. Cinco dos seis lugares seguintes na tabela do W2RC são ocupados por pilotos da Toyota, divididos entre a Toyota Gazoo Racing e a Overdrive Racing. Guerlain Chicherit, que, em Portugal, volta a fazer equipa com o navegador Mathieu Baumel, é o terceiro classificado do Mundial, a 12 pontos de Sainz e logo na frente de Guillaume De Mévius, que brilhou no último Dakar, com o segundo lugar.

As Hilux T1+ de Yazeed Al-Rajhi, Lucas Moraes, Seth Quintero e Juan Cruz Yacopini também são candidatas aos primeiros lugares, havendo expectativa para ver o que poderão fazer Tiago Reis e João Ramos, os dois primeiros classificados do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno, com máquinas semelhantes.

Adição-surpresa à ‘rainha’ categoria Ultimate, o jovem João Ferreira é outro forte candidato à vitória, depois de ter abdicado da categoria SSV para antecipar o regresso ao MINI da X-Raid, semelhante ao que usou para conquistar a segunda vitória na Baja Portalegre 500, em 2023.

Também entre os Ultimate, destaque para os irmãos brasileiros Cristian e Marcos Baumgart, com os Hunter da Prodrive, para o sul-africano Saood Variawa, aposta da Toyota Gazoo Racing South Africa, e para Denis Krotov, noutra Toyota Hilux T1+.

Como é habitual, a categoria Challenger também poderá colocar alguns dos melhores protótipos ex-T3 em posições de destaque, num Mundial que é liderado pelo jovem lituano Rokas Baciuska (Can-Am). O norte-americano Austin Jones (Can-Am) venceu em Abu Dhabi e está logo atrás, mas há uma oposição de luxo aos melhores representantes da Can-Am. Do lado da Taurus, marca que venceu o Dakar, surgem Cristina Gutierrez – apenas a segunda mulher a vencer o Dakar – e o pluricampeão do Mundo de Ralis, Sébastien Loeb, embora nenhum deles pontue para o W2RC.

Nos SSV da antiga categoria T4, o campeonato é liderado pelo saudita Yasir Seaidan (Can-Am), na frente do equatoriano Sebastian Guayasamin (Can-Am).

Vários candidatos nas motos

A prova das motos do BP Ultimate Rally-Raid Portugal conta com a participação das equipas de fábrica da Honda, Hero e Sherco, cujas estrelas se juntam aos melhores pilotos portugueses para uma competição que promete espetáculo.

Liderada por Ruben Faria, a Monster Energy Honda tem nas suas fileiras vários candidatos à vitória, apesar da ausência de Ricky Brabec, que tem a sua continuidade na equipa em dúvida. O espanhol Tosha Schairena, normalmente muito rápido neste tipo de provas, o francês Adrien Van Beveren, que subiu ao pódio no último Dakar (3.º lugar), e o ex-campeão mundial de Ralis Cross-Country, Pablo Quintanilla, formam um trio de ‘pontas de lança’ da Honda, que conta, ainda, com o norte-americano Skyler Howes.

Apesar do poderio da equipa da HRC, é a Hero Motorsport que chega a Portugal na liderança do Mundial de Rally-Raid, tanto nos pilotos como nos construtores. Ross Branch, piloto do Botswana, ficou perto de ganhar o Dakar (2.º lugar) e passou para a frente do Mundial no Abu Dhabi Desert Challenge, surgindo naturalmente motivado na prova do ACP.

O luso-alemão Sebastian Bühler é outra aposta da marca indiana na classe-rainha, RallyGP, podendo aproveitar o seu conhecimento do terreno para entrar na luta pelos primeiros lugares.

A equipa oficial da Sherco traz até Portugal o espanhol Lorenzo Santolino e o indiano Harith Noah, mais dois nomes a ter em conta.

E, apesar da qualidade do pelotão, pilotos como António Maio (Yamaha), Bruno Santos (Husqvarna) ou Martim Ventura (KTM) vão tentar usar o ‘fator casa’ para surpreender a elite mundial dos Rally-Raids.

Já nos quads, o argentino Manuel Andujar (Yamaha) vai defender a liderança do Mundial perante uma dezena de adversários.

FOTO Ricardo Oliveira

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas TT
últimas Autosport
todooterreno
últimas Automais
todooterreno