Dakar, Etapa 4: Nasser Al-Attiyah dilata liderança

Por a 10 Janeiro 2019 19:16

Nasser Al-Attiyah está em grande forma este ano e hoje deu mais uma grande prova disso mesmo ao vencer a primeira parte da etapa maratona após novo duelo com Stéphane Peterhansel.

O piloto do Qatar conseguiu vencer a aguerrida luta de hoje e reforça a liderança da prova, que é agora de 8m55s face ao francês da Mini.

Yazeed al-Rahji era ontem segundo classificado, mas hoje perdeu um quarto de hora, e com isso caiu para quinto da geral.

Ao terceiro lugar subiu Nani Roma, embora tenha ficado mais longe do primeiro classificado. Estava a 12 minutos e agora está a 21.

Com Jakub Przygonski passou-se algo semelhante. Subiu de quinto para quarto, mas estava a 13m45s e agora dista 22m17s do líder.

Yazeed al Rahji foi sexto a 18m11s de Attiyah e com isso solidificou o quinto lugar, estando agora a 24m59s do piloto a Toyota

Enquanto Nasser al-Attiyah soma e segue lá na frente, Giniel de Villiers e Bernhard Ten Brinke sofreram cá para trás. O sul africano parou para ajudar Ten Brinke a reparar o seu Toyota danificado e consequentemente ambos estão a perder muito tempo. Ainda estão longe de terminar a etapa.

Sébastien Loeb teve um final de prova complicado rumo a Tacna. O alsaciano andou quase toda a etapa a menos de 5 minutos de Nasser Al-Attiyah, mas terminou o dia em quinto a 12m23s pelo que algo se passou na derradeira fase da tirada. Com este resultado, é sexto a 50m22s da frente.

Nos autos, já temos um português no Top 10, já que Filipe Palmeiro, que navega Boris Garafulic já são nonos da geral.

Classificação Online – CLIQUE AQUI

2
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
RogerM
Membro
RogerM

O Stéphane Peterhansel devagar, devagarinho lá vai se aproximando do primeiro lugar. Quem andou a dormir foi a Toyota, que deveria ter investido mais a nível oficial na equipa Gazoo Racing, apostando em buggies 2WD, aproveitando a saída da Peugeot e ainda com a possibilidade de ter contratado o Loeb, Peterhansel, ou Sainz. Levando na mesma os 4WD, tendo desta forma duas fórmulas para vencer este Dakar, tal e qual fez a Mini. Veremos se é desta com o Nasser Al-Attiyah.

Scb
Membro
Scb

No Dakar de 2017 (ou 2018, não tenho certeza), chegaram a avançar com um buggy mas a meio viraram novamente para as pick-up por pressão de Nasser que não gostou no buggy, e parece-me que o desenvolvimento está a seguir as indicações deste, que deve ser quem realmente investe no desenvolvimento.

últimas DAKAR
últimas Autosport