Nuno Matos: “Partiu-se a transmissão e ficámos só com uma roda a puxar”

Por a 20 Março 2016 10:15

Nuno Matos esteve em bom plano na Baja TT Rota do Douro. O piloto, navegado por Filipe Serra, chegou a colocar o seu Opel Mokka Proto na liderança, após vencer o SS1. Porém… a essa altura não sabia o que lhe estaria reservado para a parte da tarte. Ainda assim conseguiu terminar no pódio, sendo terceiro.

“Foi uma odisseia! Claro que depois de terminarmos a manhã na frente queríamos lutar até ao final pela vitória mas algo se partiu na transmissão e ficámos só com uma das rodas da frente a puxar! Fizemos mais de 120 kms nessas condições, num terreno muito duro e com chuva. Ainda assim, chegámos ao final e este pódio acaba por ser uma boa operação em termos de campeonato, pois acumulámos os pontos do 2º lugar. Confesso que soube a pouco mas as corridas são mesmo assim. O nosso agradecimento ao Filipe Carvalho, pelo auxílio que nos deu quando tivemos problemas! Uma palavra de apoio também para o Alexandre Franco, que ontem teve um momento de muito azar no Prólogo”, afirmou Nuno Matos.

Quando questionado sobre como é que se conduz um carro apenas com uma roda motriz, o piloto brincou: “Epa não sei, aprendi hoje qualquer coisinha, mas aquilo a descer é porreiro, ainda passámos dois carros, a subir é que é pior…”

 

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport