Baja Loulé: Como João Ramos bateu Alexandre Ré

Por a 17 Abril 2019 11:19

João Ramos venceu a Baja Loulé por 1m13s face a Alexandre Ré depois de uma grande disputa em que a liderança pendeu para um lado e para outro, mas depois de termos visto Alexandre Ré chegar ao fim da SS3 com 1m50s de avanço, quisemos saber como nos últimos 81.58 km perdeu a prova com mais de um minuto de atraso.

E a razão é bem simples e foram os próprios João Ramos e Alexandre Ré que nos explicaram como um perdeu 3m03s, e o outro venceu a prova: “Começámos a ver o Ré no terreno e fomos enviando informações pelo Sentinel, que o informou que estávamos atrás dele. Realço a atitude do Ré que ao receber a informação, que rapidamente permitiu a nossa passagem de acordo com o que é estabelecido quando se é apanhado, facilitando a nossa passagem” disse João Ramos.

Por outro lado, Alexandre Ré referiu que o Sentinel pode gerar ambiguidades, algo que lhe aconteceu. Em declarações ao AutoSport o piloto explicou que parou mais que uma vez para deixar passar João Ramos, que parecia estar mais rápido e a apanhá-lo. ”Quando andamos em colinas e percursos encadeados, podemos estar, por exemplo, a 3,5 km de outro concorrente, mas em linha reta estamos a 400 metros e consegues carregar no Sentinel.”

Uma situação que gerou a dúvida em Alexandre Ré, que no momento preferiu jogar pelo seguro e não forçar a posição. No entanto, Ré referiu que Ramos esteve sempre a uma distância que, na verdade, não justificaria ele ter parado, mas em prova essa leitura por vezes é difícil de ter. À parte disso, fica o registo de uma grande luta entre os pilotos. O terceiro lugar ficou para Dias da Silva, que alcançou o seu primeiro pódio da época.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas CPTT -CAMPEONATO PORTUGAL TODO TERRENO
últimas Autosport