WRC: Rally da Suécia, sob o signo da incerteza

Por a 13 Fevereiro 2020 06:44

Com Martin Holmes

Arranca hoje o Rali da Suécia, segunda prova do Mundial de Ralis de 2020, um evento que viu reduzido o seu percurso a oito especiais em virtude da falta de neve nos troços. E mesmo assim, há quem duvide que a prova possa realizar-se sem mais percalços, já que apesar de ter nevado ontem, esta não abunda.

Quando se tornou evidente que a adequação das condições meteorológicas se estava a tornar marginal, uma série de percursos alternativos foram verificados, tendo a organização optado pela concentração de troços na Noruega, abandonando os troços suecos originalmente planeados para sábado.

Os reconhecimentos foram encurtados para um dia, mas a cada dia da semana que antecedeu o evento, surgiram novas e relevantes circunstâncias. Foram feitas alterações ao percurso quase todos os dias… A situação atual é que, para além do troço de abertura na pista de corridas de cavalos de Karlstad, nenhum troço deve ocorrer a sul do paralelo 60, através de Torsby.

Houve inúmeras ‘baixas’ por causa do tempo. Uma das mais dececionantes é o cancelamento do popular troço de Vargasen, especial do espetacular Colin’s Crest, onde tradicionalmente os concorrentes disputam a honra de conseguir o salto mais longo. O epicentro do evento é no parque de assistência do aeroporto de Torsby, perto dos dois troços de Torsby Sprint, com o Shakedown também a realizar-se nas proximidades.

A pouca neve deste ano destaca o caráter sempre mutável deste evento. Durante 30 anos os pilotos suecos estiveram invictos na sua prova (até que o finlandês Hannu Mikkola venceu em 1981), mas curiosamente, a primeira vez que um piloto sueco venceu o Rali da Suécia depois desse triunfo finlandês foi 16 anos depois, quando Kenneth Eriksson venceu em um Subaru, em 1997.

São 53 os inscritos no Rali da Suécia, um número inferior ao dos últimos dois anos, mas o total WRC (11) e WRC 2 (cinco) é o mesmo que em Monte Carlo. Quanto a pilotos, a Hyundai trocou Loeb por Craig Breen, a M-Sport substituiu Greensmith pelo lituano Deividas Jocius. Dezasseis tripulações estão inscritas na categoria Junior WRC nos Ford Fiesta R2, agora competindo na recém renomeada classe RC4.

Quinta-Feira, 13 de fevereiro
Shakedown (Skalla) 7.21 km 8:01
PE1 SSS Karlstad 1 1.90 km 19:08
Sexta-Feira, 14 de fevereiro
PE2 Hof-Finnskog 1 21.26 km 7:42
PE3 Finnskogen 1 20.68 km 9:08
PE4 Nyckelvattnet 1 18.94 km 10:08
PE5 Torsby Sprint 1 2.80 km 14:00
Total da etapa 65.58 km
Sábado, 15 de fevereiro
PE6 Hof-Finnskog 2 21.26 km 7:42
PE7 Finnskogen 2 20.68 km 9:08
PE8 Nyckelvattnet 2 18.94 km 10:08
PE9 Torsby Sprint 2 2.80 km 14:00
Total da etapa 63.68 km
Domingo, 16 de fevereiro
PE10 Likenäs 1 21.19 km 9:08
PE11 Likenäs 2 [Power Stage] 21.19 km 11:18

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Ralis
últimas Autosport