/ralis/wrc/wrc-rali-acropole-kalle-rovanpera-consegui-encontrar-o-meu-ritmo-e-desfrutar-da-pilotagem/
WRC, Rali Acrópole, Kalle Rovanperä: “Consegui encontrar o meu ritmo e desfrutar da pilotagem” | AutoSport

WRC, Rali Acrópole, Kalle Rovanperä: “Consegui encontrar o meu ritmo e desfrutar da pilotagem”

Por a 13 Setembro 2021 11:55

Kalle Rovanperä e Jonne Halttunen venceram pela segunda vez este ano no WRC. O jovem finlandês ainda nem sequer tem 21 anos, que cumpre dentro de algum tempo…

Kalle, qual é a sensação de vencer novamente?
“Sinto-me muito bem. Foi uma prova muito dura, uma semana longa. Muitos troços nos reconhecimentos e uma longa noite com os vídeos. Sinto-me realmente feliz por ter chegado ao fim com este resultado”.

Neste rali, por vezes pareceste estar numa liga diferente…
“Senti-me muito bem na sexta-feira. Depois fizemos algumas mudanças de cenário, os troços foram diferentes no sábado, e fui-me sentindo cada vez melhor. Consegui encontrar o meu próprio ritmo, e pude simplesmente desfrutar da pilotagem”.

No sábado, venceste quatro troços de manhã e de tarde perdeste um pouco, porquê?
“Foi algo que mudámos para a segunda passagem (ndr, levou dois pneus na bagageira para se prevenir contra eventuais furos, e o peso adicional tirou-lhe andamento) precisámos de alguma proteção para a tarde. Perdemos alguma tração, mas não perdemos muito, estávamos bastante seguros”.

Ganharam o rali e a Power Stage, o plano era forçar tanto o andamento?
“O plano era ver como me sentia. De manhã, senti que estava muito bem, e estava a gostar bastante. Tínhamos quatro pneus softs no carro e eu pensei que deviam ser bons e que podia forçar o andamento. Foi bom fazê-lo fizemos um bom troço…”

Agora vamos para a Finlândia, o teu rali de casa .achas que vais sentir mais pressão e expetativa?
“Penso que ainda não, ainda não vou sentir essa pressão. O ‘meu’ rali é sempre diferente, há tantos finlandeses e esta é a cidade onde normalmente vivo, na Finlândia – é algo especial, claro, pode-se realmente sentir a atmosfera. Penso que será uma luta equilibrada e espero que possamos aproveitar esse fim-de-semana…”

Kalle, este triunfo foi melhor do que a Estónia?
“É difícil dizer se foi. Eu diria que na Estónia estava à espera um pouco mais, e todos sabiam que andaríamos depressa e que o nosso carro estava bom. Mas aqui havia um ponto de interrogação relativamente ao nosso ritmo – não sabíamos tanto com o que podíamos contar. Este era um novo rali, ninguém conhecia os troços e isso ajuda-me, sempre que os outros têm que fazer novas notas, e guiar a partir delas, na primeira etapa. Mostrámos na primeira etapa que podemos ser rápidos quando os outros não têm a experiência adquirida dos anos anteriores”.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Ralis
últimas Autosport
ralis