/ralis/um-dia-diferente-na-super-especial-de-lisboa/
Um dia diferente na Super Especial de Lisboa | AutoSport

Um dia diferente na Super Especial de Lisboa

Por a 4 Abril 2014 08:18

O dia 3 de abril, quinta-feira, dia da Super Especial do Vodafone Rali de Portugal, não passou despercebido em Lisboa. Carros, pilotos, organizadores, vendedores, adeptos, especialistas, curiosos, adultos, crianças, idosos…todos garantidamente a marcar presença em Belém.

Os últimos dias ameaçavam chuva, mas a Super Especial teve São Pedro do seu lado. O Rali mereceu e nós agradecemos. Tempo ameno, o sol sentia-se a espaços, céu praticamente limpo, sem chuva e a respiração da competição no ar. As pessoas procuravam o melhor ângulo, um bom lugar, o sítio que mais lhes conviesse, para poderem ‘respirar’ a atmosfera do WRC, sons, cheiros para condignamente apreciarem o espetáculo que já começara nas bancadas. “Temos um lugar para si e outro para o ‘stor’ Cardoso. Está aqui o Gonçalo, o Cláudio e o Fábio, não nos marque falta. Mas venha rápido para não roubarem lugar…” Um grupo de alunos mostrava ‘afición’, enquanto se ouvia “olha a Queijada de Sintra, o gelado, a pipoca, olha a água.”

Início de tarde e o ‘roncar’ de um motor aumentava a ânsia de minutos que pareciam intermináveis, as cabeças giram em bloco, como um só. Chegada a hora e quatro a quatro os clássicos foram o aperitivo de um dia há muito aguardado. Bancadas compostas, e as grades separadoras ‘forradas’ de pessoas que acompanhavam atentamente cada passagem, a fim de não perderem pitada. Algumas traseiras mais ‘soltas’ provocavam aplausos e sorrisos de satisfação no público, em crescendo ao longo da tarde.

Tinha começado… Mosteiro do Jerónimos, CCB, tudo esquecido! Todos os sentidos estavam concentrados no ruídos e cheiro característico dos motores. Belém transformou-se num miradouro de gente que sorria de satisfação à medida que passavam carros e pilotos.

Após os clássicos e durante os reconhecimentos, o público não arredava pé, deambulando ao longo do traçado da Super Especial, do Parque Fechado e das ‘barracas’ de comida. “Ainda falta muito”, perguntava uma criança a seu pai. Era esta ânsia, ao longo da tarde, que fazia aumentar o número de pessoas.

Quando os carros e pilotos conhecidos de todos pisaram finalmente o asfalto, a facilidade de chegar o mais perto possível, já não era a mesma de horas antes. Por isso, muitos eram os rostos que espreitavam, aqui e ali, em bicos de pés, em busca do melhor ângulo com o objetivo comum de tocar com o olhar a mesma paixão. Os pilotos da categoria rainha dos ralis eram o condimento que faltava. Trouxeram outro barulho, outras velocidades, outra adrenalina competitiva, o público ria, comentava, aquele era o motivo da presença de cada um ali. A satisfação era notória e justificada pela gasolina a ‘queimar’ nos motores, que deixava o característico fumo no ar, pelo cheiro dos pneus a derrapar e pelas curvas de nota artística que libertavam aplausos e comentários soltos: “Isto sim!”, “Está valente!”. Tablets, máquinas fotográficas, ou apenas a memória, tudo servia para registar ao máximo a passagem dos carros.

Terminada a ronda dos pilotos de WRC, e à mediada que o carros de WRC2, WRC3 e JWRC iam cumprindo o trajeto da Super Especial, o público ia também progressivamente reduzindo. No entanto, após a última sessão, perto das nove da noite, havia ainda algumas dezenas de resistentes que não arredaram e aproveitaram esta Especial especial até à última curva do último carro.

Tudo correu pelo melhor neste dia Super Especial, o ‘stor’ Cardoso acabou por vir e os alunos não tiveram falta.

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas Ralis
últimas Autosport
ralis