Sata/Rali Açores: Ordem de partida dos pilotos que só fazem ‘Nacional’ está a gerar polémica

Por a 15 Maio 2014 17:56

O SATA/Rali dos Açores ainda não se iniciou verdadeiramente e já há polémica no ar, nomeadamente, com os pilotos do Campeonato Nacional de Ralis.

 A questão prende-se com o facto do Colégio de Comissários Desportivos ter estabelecido que os pilotos que fizerem apenas a primeira etapa da prova (a única pontuável para o Nacional) partirão para a estrada apenas depois de todos os concorrentes que efectuarão todo o rali.

 É fácil perceber que a situação será injusta para os pilotos que querem fazer apenas o Nacional pois para além de irem apanhar os pisos em pior estado, poderão ter que cumprir alguns troços já à noite, para além da injustiça que poderá ser terem que receber um tempo ‘nominal’ muito superior ao que poderiam fazer efetivamente, caso um troço seja interrompido e o CCD atribua um tempo ‘lento’ a todos os concorrentes.

 Neste momento, a FPAK está reunida com o Colégio de Comissários Desportivos para tentar arranjar uma solução que não prejudique os pilotos do CNR, até porque em causa está, desde logo, a discussão do campeonato já que, por exemplo, Ricardo Moura e João Barros vão participar em todo o rali, logo partir na sua normal ordem de partida, e pilotos como o líder do campeonato, Pedro Meireles, e outros como Adruzilo Lopes, Diogo Salvi, Ricardo Marques, etc, irão fazer apenas a prova do Nacional. 

últimas Ralis
últimas Autosport
AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png