RallySpirit Altronix: Muito espetáculo e romarias na estrada

Por a 10 Novembro 2019 00:52

Depois de dois dias de emoções fortes e de autênticas romarias a Vila Nova de Gaia, Porto e Barcelos, a manhã de amanhã (domingo) promete ser de consagração para o RallySpirit.
Cerca de 100 equipas – 30% estrangeiras – vão prosseguir o espetáculo, desta vez, no concelho de Santo Tirso, com destaque para os lendários e impressionantes automóveis Grupo B que, nos anos 80, foram responsáveis pela era de ouro do Mundial de Ralis.
Entre estes, natural destaque para o incontornável Audi Sport Quattro S1 pilotado pelo ex-Campeão do Mundo Stig Blomqvist que, apesar dos respeitáveis 73 anos de idade, tem impressionado pelo ritmo e espetáculo que tem proporcionado.
Na luta contra o cronómetro, quem está a levar a melhor são as duplas Emilio Vazquez/Hector Rodriguez, num Citroën ZX Kit Car na Categoria “Spirit”, posição semelhante à que ocupa a equipa Rui Salgado/Luís Godinho (VW Golf GTI) mas na Categoria “Histórico”.
Contudo, o suspense faz parte integrante dos ralis pelos que, nada está decidido e serão as três classificativas de amanhã a ditar o nome dos vencedores.

Quando a marginal de Vila Nova de Gaia, no final da manhã de amanhã (domingo), acolher a chegada da 5ª edição do RallySpirit Altronix, dificilmente o balanço pode ser diferente: a prova conquista, por direito próprio, o estatuto de referência entre os “Rally-Legends” europeus e, indiscutivelmente, a prova portuguesa que melhor representa esse conceito que, cada vez mais adeptos tem por todo o planeta.

Afinal, ninguém consegue ser indiferente ao aspeto, ao som dos motores, à potência e ao espetáculo de máquinas como o Audi Sport Quattro S1, Peugeot 205 Turbo 16 E2, MG Metro 6R4 e de muitas outras que marcaram a história dos ralis mundiais.
E são essas autênticas peças de museu, de valor incalculável, que prometem continuar a levar ao rubro os muitos milhares de espectadores que, igualmente, são esperados no terceiro e último dia do RallySpirit Altronix.

Desportivamente, os dois primeiros dias foram marcados pela animação. Na Categoria ”Spirit”, no final do segundo dia de prova e após cumpridas cinco classificativas ao cronómetro, é a equipa espanhola Emilio Vazquez/Hector Rodrigues quem lidera, em Citroën ZX Kit Car, mais um carro mítico e muito apreciado pelos entusiastas dos ralis.
Atrás de si, os portugueses Pedro Leal/Isabel Ramalho (Mitsubishi Lancer Evo), a braços com alguns problemas de pneus, estão já a 31,7s, mas com margem de segurança suficiente para se superiorizarem a Jorge Marques/Ricardo Cunha (Mitsubishi Lancer Evo VI), que completam o pódio provisório.

Mais lentos, mas não menos espetaculares, os “Históricos” foram, para já, uma aposta ganha para a equipa Rui Salgado/Luís Godinho, que encontrou na chuva da manhã um aliado precioso para disfarçar a menor potência do seu Volkswagen Golf GTI face a outras máquinas bem mais potentes. Contudo, já em seco, a dupla nortenha confirmou o seu bom andamento, terminando o dia com uma vantagem esclarecedora de 48,3s sobre o Ford Escort MK I de Rui Ribeiro/Pedro Fernandes, enquanto o emblemático Fiat 131 Abarth de Jorge Pinto Basto/Pereira da Silva ocupam a terceira posição provisória.

Para hoje, domingo, dia 10 de novembro, fica reservado as tradicionais e seletivas classificativas de Santo Tirso – “Assunção” (4,40 km), “S. Tomé de Negrelos (7,30 km) e “Coronado” (5,37 km) -, com o fim de festa a terminar em apoteose, novamente junto à margem esquerda do Douro, na Marginal de Gaia, ao final da manhã.

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas Ralis
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.