CPR: Ausências de peso no Azores Rallye 2019

Por a 13 Março 2019 10:46

Já é conhecida a lista de inscritos do Azores Rallye 2019, prova de arranque o Europeu de Ralis e segunda do Campeonato de Portugal de Ralis.

Entre os carros de topo do campeonato, estão confirmados nos Açores, Bruno Magalhães (Hyundai i20 R5), Ricardo Moura (Skoda Fabia R5), Ricardo Teodósio (Skoda Fabia R5), Miguel Barbosa (Skoda Fabia R5), Pedro Almeida (Skoda Fabia R5), Miguel Correia (Ford Fiesta R5) e António Dias (Skoda Fabia R5).

Como se percebe, de fora desta prova ficam Armindo Araújo, José Pedro Fontes e Pedro Meireles. E como também já se sabe, Ricardo Moura não disputa mais nenhuma prova após os Açores. Sendo que há que escolher provas, estes três pilotos optaram por deixar de fora a prova açoriana. Tal como foi referido no princípio do ano, a estratégia da escolha de provas leva em conta diversos fatores.

Naturalmente, arranca também o Campeonato de Ralis dos Açores, que conta como se sabe com Luís Miguel Rego (Skoda Fabia R5) e Bernardo Sousa (Citroën C3 R5). Aloísio Monteiro (Skoda Fabia R5), é presença portuguesa no ERC, bem como Pedro Antunes (Peugeot 208 R2).

Noutro artigo, mais tarde, falaremos do ERC 2019.

5
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
onhiram
Membro
onhiram

Não concordo que 3 ex-campeões nacionais, não estejam presentes na segunda prova mais importante do campeonato nacional de ralis. Ainda para mais com a visibilidade que esta prova tem a nível internacional. Percebo, são muito prudentes, tem receio de não pontuar.

rfg
Membro
rfg

Só estranho a ausência do Armindo Araújo. Os outros dois (Fontes e Meireles), pouca falta fazem à segunda maior prova do nacional de ralis até porque não têm ritmo para acompanhar os da frente. Oxalá não lhes venha a fazer falta os pontinhos que poderiam obter no Azores Rallye.

ltrallyusa@hotmail-com
Membro

Alguns dos maiores pilotos de Portugal teem medo de correr nos Açores e serem batidos por pilotos locais….é no minimo vergonhoso que o campeão nacional não marque presença numa prova tão importante como está.

onhiram
Membro
onhiram

Concordo consigo. Importa referir que os regulamentos do ERC são para se cumprir. Não se pode efetuar “50 passagens” por troço, como acontece em algumas provas do nacional. Passar fora de horas nos troços. Julgo que para um bom entendedor meia palavra basta. O ano passado a desculpa de não conhecer o actual figurino da prova pegou, este ano…mas respeito a decisão. Quem sou eu.

Rui André Pereira
Membro
Rui André Pereira

O campeão nacional está mais preocupado em “definir estratégias” do que em andar pra frente, é um triste…

últimas CPR - CAMPEONATO DE PORTUGAL DE RALIS
últimas Autosport