Citroen aprende muito na Suécia

Por a 13 Fevereiro 2007 16:59
Citroen aprende muito na Suécia

Sébastien Loeb e Daniel Elena levaram o seu Citroën C4 WRC ao segundo lugar do pódio do Rali da Suécia 2007 e apesar da boa prestação do carro em Monte Carlo, todos estavam ansiosos por verificar como a mais recente máquina da equipa de Satory se iria comportar no terreno e clima gelados do Rali da Suécia e se seria tão competitivo em condições escorregadias.

Guy Fréquelin ficou encorajado pela informação adquirida durante o dia de abertura: “apesar de o Sebástien ter sido o primeiro a percorrer as estradas ao longo de toda a sexta-feira, vimos que o C4 WRC era capaz de lutar pela vitória na neve e gelo aqui na Suécia. Isso é extremamente encorajador para o resto do campeonato”.

Sébastien Loeb concordou: “Este evento não tem nada em comum com o Rali de Monte Carlo. Com um carro novo, estávamos essencialmente a começar do zero e estava ansioso por ver como o C4 WRC se iria comportar nestas condições. Devo dizer que estou muito feliz com os meus tempos. Estar logo lá em cima a lutar com os da frente é muito reconfortante porque a diferença entre o set-up para neve e terra não é assim tão diferente, por isso creio que não vamos estar muito fora de pé durante as próximas rondas”.

A missão de Dani Sordo na Suécia foi mais complexa. O jovem espanhol sabia que a sua modesta experiência na ronda de Inverno significava que iria passar o fim-de-semana a familiarizar-se com as condições altamente específicas, e não foi ajudado quando perdeu tempo com uma ligeira saída de pista no início da corrida. “Além do meu erro de velocidade lenta na SS2, ainda preciso de encontrar o meu ritmo. Estou concentrado em manter o carro na estrada e em aprender tanto quanto posso sobre condução na neve…”

Sébastien arrancou para o segundo dia assegurando o seu terceiro melhor tempo no rali na SS9 e admitiu que fazia intenções de lutar pela vitória. No entanto, um pouco mais tarde, uma escolha de pneus diferente da do seu principal rival falhou em assegurar o resultado pretendido e o tri-campeão do mundo perdeu terreno. O intervalo de tempo resultante fez com que passasse a concentrar-se então em defender o segundo lugar e usar o resto do evento para se preparar para o Rali da Noruega que decorre já no próximo fim-de-semana. “No momento em que estávamos a ter um bom duelo com o Marcus Gronhölm, que é o homem a bater aqui na Suécia, fizemos uma escolha de pneus diferente dele e não compensou. É obviamente frustrante ser distanciado por uma coisa destas, mas ainda assegurei oito pontos o que significa que continuamos na frente do campeonato. Também tivemos oportunidade de ver o quanto o C4 WRC é competitivo e é bom saber isso para os desafios que temos pela frente”.

Guy Fréquelin deixa a Suécia com uma boa sensação: “Apesar de este evento ser muito diferente do de Monte Carlo, mostrámos que o Citroën C4 WRC foi uma unidade muito competitiva aqui. O Sébastien e o Dani estão satisfeitos com a condução do carro, o qual consideram bem equilibrado e fácil de conduzir. Os oito pontos conquistados pelo Sébastien por terminar em segundo são naturalmente importantes, tal com o ponto conquistado pelo Dani. Sendo tudo igual, ele não podia estar à espera de muito mais. Tendo em conta a pouca experiência que tem, ele conseguiu dar-nos precisamente o tipo de desempenho que eu queria dele. A maneira como o evento decorreu mostrou mais uma vez que, para ter sucesso na Suécia é preciso ser perfeito em todas as vertentes. Tal como na Finlândia, se queremos levar a luta até ao Marcus, todos os detalhes contam”.

A consistência de Dani Sordo no seu papel de aprendiz permitiu que atingisse o seu objecto: “Estou muito contente por ter chegado ao fim, mas não posso dizer que estou totalmente satisfeito com o meu desempenho porque ainda sou muito hesitante. Existem muitos cantos onde sei que perdi tempo. Ganhei mais experiência mas ainda tenho muito para aprender”. Completou a distância na 12ª posição para assegurar um ponto adicional para a sua equipa o que mantém a Citroën no topo da tabela provisória de Construtores.

últimas Ralis
últimas Autosport