André Lavadinho: Dia de trocar uma Canon EOS-1D X por um Hyundai i20 R5

Por a 12 Junho 2019 14:47

Riba de Ave realizou este ano a 5ª Super Especial, num evento que contou com a presença de cerca de cinco dezenas de pilotos, entre eles dois muito especiais. Chris Ingram tricampeão no ERC – dois no ERC3 e outro no Júnior U-27 – e também André Lavadinho, que voltou a trocar a máquina fotográfica pelo cockpit de um carro de competição, desta feita um Hyundai i20 R5 da Racing4You.

O centro da Vila de Riba de Ave engalanou-se para receber os concorrentes e o espetáculo foi interessante. No final, falámos com André Lavadinho e Chris Ingram, com o fotógrafo/piloto, a contar-nos como aconteceu toda a história.

AS: Como nasceu esta história?
AL: “Foi um sonho ter recebido este convite para conduzir um R5 pela primeira vez! Há muito que sonhava com um momento destes, especialmente quando fotografo os pilotos a meter os capacetes e os vejo a passar por mim. Isto é algo que não acontece todos os dias. Mas a AveMotor e os patrocinadores concretizaram-me este sonho e um objetivo de vida”

AS: Depois do convite da organização, foste à procura do piloto estrangeiro para teu companheiro de equipa…
AL: “Sim, e a escolha recaiu no Chris Ingram. Ele disponibilizou-se a vir a Riba Dave participar comigo e com o Valter (ndr, Cardoso, navegador), no Hyundai i20 R5 da equipa Racing4You”.

AS: Como te sentiste ao guiar pela primeira vez o carro?
AL: “Estava mesmo muito ansioso no dia do teste, e assumo que estava com algum receio de como me iria sair ao volante de um R5.
É realmente um carro muito exigente, mas o teste correu muito bem, houve uma adesão fantástica de público logo no teste, o que me deixou também ainda mais ansioso para o dia seguinte, mas também muito feliz por me adaptar rapidamente ao carro”.

AS: Como foi depois a prova?
AL: “O arranque para a primeira passagem será algo que nunca mais esquecerei, mesmo que me volte a sentar num R5. O Valter (Cardoso), ajudou-me imenso e acalmou-me, pois eu não sabia mesmo arrancar com o carro. Só o tinha feito uma vez no teste. Não esqueço as palavras dele: “André, esquece tudo a tua volta, concentra-te, ALS no máximo, botão Launch Control, travão de mão, vai relaxado e mostra o que consegues fazer já na primeira passagem”, disse-me ele. Mas acho que não ouvi metade de que ele disse (risos).

AS: Mas depois correu bem…
AL: “Parti para a especial sem nenhum objetivo de tempo, mas sim com vontade de mostrar o que podia fazer ao volante de um R5, e de dar o máximo espetáculo possível a todo o muito público presente. E também retorno a quem tanto confiou em mim.
Após a primeira passagem, o Valter disse-me que não andava muito longe do Chris (Ingram), mas eu não acreditei até nos sentarmos os três e ele me mostrar o relógio!”
“Na segunda e terceira passagens consegui melhorar sempre o meu tempo, e o Chris também, mas sempre os dois muito juntos e a divertirmos-nos imenso dentro do carro, a andar para o espetáculo e ao mesmo tempo para o cronómetro, mas senti uma confiança enorme ao volante de um carro que é muito exigente. Mas como diz o Valter, nunca pares de sonhar…”


AS: Ficaste com vontade de fazê-lo mais vezes?
AL: “Até agora, tanto a nível profissional, como pessoal, consegui concretizar a maioria dos meus objetivos. Espero continuar a correr pois este, é realmente o meu grande sonho, depois do meu trabalho profissional de fotógrafo, claro. A próxima prova já está na agenda e é para muito breve, e de novo ao volante do R5. Espero também, depois disso, conseguir os apoios necessários e dar a quem em mim confiar o melhor retorno possível, para que consiga realizar mais ralis no futuro. E quem sabe um projeto a sério….”
Quero aproveitar para agradecer à AveMotor, a todos os patrocinadores, ao Valter e ao Chris pelo que me ensinaram, e também à Racing4You por todo o profissionalismo que tiveram para comigo”.

Quanto a Chris Ingram, gostou da experiência: “Quando tantas pessoas aparecem para assistir às corridas, e especialmente num centro de uma vila onde se faz uma super especial, isso resulta sempre num grande evento, com uma atmosfera fantástica. Foi uma experiência muito agradável, conduzir ali, e foi também muito impressionante ver como o André (Lavadinho) conduziu bem na sua estreia num R5…”

Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas Ralis
últimas Autosport