Regras da Montanha mudaram em 2014

Por a 25 Abril 2014 10:08

Em 2014, o regulamento do Campeonato Nacional de Montanha recebeu algumas alterações significativas. Para além de, nesta época, só os concorrentes adstritos à Categoria 1 e 2 poderem sem campeões, a FPAK também estabeleceu uma nova divisão de categorias que passaram a ser seis, de acordo com o tipo de viaturas, grau de preparação e tipos de homologação.

 Além disso, as cilindradas mais baixas, até 1300 cm3, terão também competições próprias – Taça Nacional de Montanha (TNM 1300) para viaturas das Categorias 1, 2 e 5 e Taça Nacional de Montanha de Clássicos (TNMC 1300) para viaturas das Categoria 6 até 1300 cm3.

 Mais ao pormenor, pode-se dizer que a principal novidade é mesmo o facto de passarem a poder correr fórmulas com cilindradas até 2 litros (inicialmente eram para ser admitidos monolugares e Sport Protótipos até 3 litros mas a ideia foi abandonada).

 Por outro lado, algumas categorias foram renomeadas e passaram a abarcar um tipo de viaturas totalmente diferente. Foi o que aconteceu com a Categoria 4 onde encaixam agora exclusivamente os Super Cars de Ralicross.

 Mas também há a registar o nascimento de categorias totalmente novas como a Categoria 5 reservada aos Grupo VHFC (viaturas com homologação FIA caducada segundo a última homologação e viaturas provenientes de troféus monomarca que estejam de acordo com os regulamentos dos troféus da época ou ficha de homologação caducada) e a Categoria 6 adstrita aos Clássicos – Grupo 1, 2, 3, 4, 6 (até 31/12/1981) e N, A e B (estes três últimos entre 01/01/1982 e 31/12/1999).

 Em termos de regulamento desportivo e no que toca ao sistema de pontuação também há a registar mudanças. Não no sistema central mas nas pontuações extras que agora podem ser obtidas. Assim, passam a existir cinco pontos de bonificação para quem participar na oitava prova (contam os sete melhores resultados) e um para quem registar o melhor tempo na subida não contabilizada (o resultado final continuará a ser o somatório das duas melhores das três subidas de prova efetuadas).

 

 Foto: Nuno Organista

 

Em 2014, o regulamento do Campeonato Nacional de Montanha recebeu algumas alterações significativas. Para além de, nesta época, só os concorrentes adstritos à Categoria 1 e 2 poderem sem campeões, a FPAK também estabeleceu uma nova divisão de categorias que passaram a ser seis, de acordo com o tipo de viaturas, grau de preparação e […]

Visualizou de 4 artigos abertos

O AutoSport limitou a 4, o número de artigos
que poderá ler sem fazer login
Para continuar a ler livremente
os artigos AutoSport,
por favor faça login aqui
Caso não esteja ainda registado,
faça agora aqui o seu
registo gratuito
  • Não é possível alterar o nome de utilizador.

    últimas MAIS MOTORES
    últimas Autosport
    AutoSport https://www.autosport.pt/wp-content/themes/maxmag/images/motosport.png