/maismotores/lewis-hamilton-recebo-criancas-de-muitas-culturas-e-nacionalidades-que-querem-ser-pilotos-de-f1-pois-sentem-que-a-modalidade-esta-aberta-a-toda-a-gente/
Lewis Hamilton “Recebo crianças de muitas culturas e nacionalidades que querem ser pilotos de F1 pois sentem que a modalidade está aberta a toda a gente” | AutoSport

Lewis Hamilton “Recebo crianças de muitas culturas e nacionalidades que querem ser pilotos de F1 pois sentem que a modalidade está aberta a toda a gente”

Por a 23 Maio 2014 18:13

“15% das pessoas estão aqui para ver o Top Gear e 85% para ver o Lewis Hamilton”, foi em jeito de brincadeira que Jeremy Clarkson descreveu a grande afluência que o festival organizado pelo programa britânico Top Gear alcançou no último fim de semana, em Barbados. O Campeão do Mundo de 2008 mostrou-se encantado e surpreendido com o número de pessoas que estavam ali de propósito para o ver. “Recebo crianças de muitas culturas e nacionalidades que querem ser pilotos de F1 pois sentem que a modalidade está aberta a toda a gente.”

Com grande satisfação o piloto afirmou ainda que “foi inacreditável, realmente um dos meus melhores fins de semana que tenho tido (…) os fãs estavam tão entusiasmados – do mais entusiasmados que tenho visto na minha vida.” Hamilton foi o primeiro piloto negro de Fórmula 1 e pensa que isso é bom para o desporto, por quebrar barreiras. Um pouco como “as irmãs Williams no Ténis ou Tiger Woods no Golf”, lembra. O Britânico é atualmente embaixador da Unicef e tem sido um dos rostos da ajuda humanitária no Haiti, país devastado por um terramoto em 2010 e que contou com a presença do piloto antes do fim de semana em Barbados. “Ninguém deveria ter de viver nas condições em que eu vi algumas crianças ali. Eles estão subnutridos, não comem.” Nesse sentido, espera que a sua popularidade ajude a “chamar à atenção para este tipo de coisas tanto quanto possa.”

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Infelizmente o Autosport não pode continuar a disponibilizar os seus artigos gratuitamente.
Já não é viável ter uma equipa de jornalistas profissionais sem que possamos vender o produto do nosso trabalho.
Tal como os jornais e revistas são pagos, também os conteúdos editoriais digitais terão que ser pagos.
Por favor subscreva o Autosport Exclusivo e ajude-nos a manter esta máquina em andamento!
São apenas 2€ por mês, subscreva agora AQUI
últimas MAIS MOTORES
últimas Autosport
maismotores