Bloodhound SSC: Objetivo 1000 milhas continua de pé…

Por a 17 Dezembro 2018 13:27

Depois do projeto Bloodhound SSC ter entrado em administração judicial, surgiu agora um comprador de última hora, que pode salvar o projeto e permitir o aparecimento de futuros recordes de velocidade terrestre.

Este novo desenvolvimento surge duas semanas depois da empresa que gere a administração judicial, ter anunciado que não tinha conseguido encontrar comprador e que, por consequência todos os bens seriam vendidos em hasta pública, tendo agora surgido, finalmente, um comprador, Ian Warhurst, um empresário que é o Diretor do fabricante de turbo, a Melett.

Segundo se sabe, a nova empresa tem outros negócios na área da engenharia automóvel e poderá ter condições para levar o projeto a bom porto. Serão conhecidas mais novidades no início de 2019.

Recorde-se que o Bloodhound SSC é um veículo terrestre supersónico, desenvolvido em Inglaterra, cuja equipa tem vindo a tentar prepará-lo para bater o recorde de velocidade terrestre, que já data de 1997, levando o veículo às 1.000 milhas/hora, qualquer coisa como 1.609 Km/hora. O veículo é alimentado por um motor a jato, e outro de foguete, e foi construído para chegar às 1.050 milhas por hora (1.690 km/h).

Antes de toda esta atual situação, Andy Green, tem vindo a pilotar o Bloodhound SSC, em testes ‘evolutivos’. A equipa tinha previsto fazer uma tentativa de recorde em 2020. A ver vamos…

Para já o recorde está ainda nas 760.343 milhas/hora, 1.223.657 Km/h, feitas pelo Thrust SSC a 15 de outubro de 1997 no Black Rock Desert nos EUA.

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
Scb
Membro
Scb

Chamem o Alonso que ele alinha

últimas MAIS MOTORES
últimas Autosport