/formula1/o-dilema-da-ferrari/
O dilema da Ferrari | AutoSport

O dilema da Ferrari

Por a 31 Agosto 2009 10:08

Quando até Martin Withmarsh já fala abertamente do contrato entre Alonso e a Ferrari, bem se pode dizer que a ligação entre o espanhol e a Scuderia é o segredo mais mal guardado do momento. Mas as coisas podem não ser tão lineares como o patrão da McLaren as explicou.

Segundo fontes italianas a Ferrari tem um prazo para confirmar Alonso para 2010 e se o falhar terá de pagar uma pesada indemnização ao piloto de Oviedo. Já com Raikkonen a situação é simples: o finlandês só se manterá na Ferrari se Massa não recuperar a tempo de correr no próximo ano ou se Montezemolo decidir que não quer pagar-lhe 28 milhões de euros para não correr. Isto porque o ex-Campeão do Mundo continua a recusar qualquer solução que passe pelo pagamento de parte do seu salário, mesmo se isso o libertasse para correr com outra equipa no próximo ano.

Pagar e não usar!

Entre pagar a Raikkonen ou a Alonso para não os ter na equipa, a Scuderia parece claramente mais inclinada para prescindir dos serviços do nórdico, mas a falta de garantias de que Massa estará na total posse das suas faculdades em 2010, faz com que a Ferrari hesite em romper já o contrato com o finlandês, mesmo se o tempo começa a esgotar-se para se tomarem decisões.

Confirmar só Alonso em Monza colocaria Massa numa posição complicada, pois estaria em casa, sem saber se pode voltar a correr em 2010 e sem ter a certeza absoluta que a Ferrari iria cumprir o seu contrato, pois será sempre mais barato libertar-se do brasileiro do que de Raikkonen. E também deixaria o finlandês numa posição humilhante, pois ficaria claro que só seria mantido na equipa se Massa não estivesse em condições de voltar a competir.

Daí que a Ferrari esteja seriamente a considerar a hipótese de confirmar o contrato de Alonso sem o anunciar oficialmente, mas correndo o risco da Renault espalhar a noticia rapidamente. Isto porque o prazo para o espanhol informar Briatore das suas intenções para 2010 também termina dentro de duas semanas e se o italiano anunciar a sua dupla de pilotos para o próximo ano sem nela incluir Alonso, fica claro para todos que o bi-campeão do Mundo está a caminho de Maranello.

Luís Vasconcelos

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1