/formula1/kimi-raikkonen-tinhamos-muita-margem-para-atacar-se-necessario/
Kimi Raikkonen: ” Tínhamos muita margem para atacar se necessário” | AutoSport

Kimi Raikkonen: ” Tínhamos muita margem para atacar se necessário”

Por a 29 Abril 2008 16:08

Kimi Raikkonen venceu o GP de Espanha com toda a autoridade e aumentou para nove pontos a sua vantagem no Mundial de Pilotos. Com Massa a terminar no segundo lugar a Ferrari assumiu o comando do Mundial de Construtores no final dum fim-de-semana sem mácula para a Scuderia.

Se isto já poderiam significar más notícias para os adversários, acresce ainda o facto dos pilotos da equipa de Maranello nem sequer terem tido necessidade de se empenhar a 100%, dado que – simplesmente – não foi necessário. Para Raikkonen esta foi, “uma corrida perfeita, mesmo se as coisas poderiam ser ainda melhores. O “Safety Car” não nos ajudou, porque eliminou a grande vantagem que já tínhamos, mas como sabíamos que sem erros era impossível perdermos a posição, pudemos gerir as coisas, poupar os motores para a Turquia, sabendo sempre que tínhamos muita margem para atacar se fosse necessário.”

Falando da sua situação no Mundial, onde tem uma vantagem de nove pontos sobre Hamilton, o nórdico admitiu que, “é sempre bom ter uma pequena margem, pois posso ter um dia mau sem ficar em situação catastrófica, mas ainda faltam tantas corridas que não vale a pena estar a fazer contas agora.”

últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1