/formula1/f1/gp-hungria-f1-luta-muito-renhida-atras-dos-quatro-primeiros/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-luta-muito-renhida-atras-dos-quatro-primeiros&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=gp-hungria-f1-luta-muito-renhida-atras-dos-quatro-primeiros
GP Hungria F1: luta muito renhida atrás dos quatro primeiros | AutoSport

GP Hungria F1: luta muito renhida atrás dos quatro primeiros

Por a 1 Agosto 2021 12:10

Pierre Gasly, Lando Norris e Charles Leclerc ficaram separados por apenas 0,013s na qualificação, atrás dos quatro homens da frente. Todos eles poderiam ter garantido um lugar na segunda fila, com Pierre Gasly na frente de Lando Norris e Charles Leclerc por uma margem extremamente pequena. O próprio Gasly ficou apenas a 0,062s de bater Sergio Perez na luta pelo quarta posição da grelha, depois do mexicano não ter conseguido realizar a sua segunda tentativa na Q3.
Como se sabe, a posição em pista é fundamental na Hungria, e o Alpha Tauri tem parecido extremamente competitivo nas mãos de Gasly, este fim-de-semana, bem como numa série de voltas este ano. Vamos ver o que podem fazer a McLaren e a Ferrari ao longo de uma distância de corrida.
Em Silverstone, Norris foi capaz de aguentar Bottas na primeira fase da corrida numa pista que é mais fácil ultrapassar do que Hungaroring, por isso, se qualquer um dos três chegar à frente de um Red Bull ou Mercedes, poderá mudar completamente a corrida.
Realisticamente, os três jovens pilotos estarão todos a olhar uns para os outros e a apontar para a melhor posição possível na corrida. Para Norris e Leclerc, a luta do campeonato de construtores, com McLaren e Ferrari atualmente separadas por apenas 15 pontos.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas F1
últimas Autosport
f1