GP Canadá F1, destaque: George Russell

Por a 11 Junho 2024 11:31

O desempenho de George Russell no Grande Prémio do Canadá, ao conquistar a pole position e liderar parte da corrida antes de terminar em terceiro lugar, pode inicialmente sugerir uma desilusão para a Mercedes. No entanto, esta visão tem de ser enquadrada no contexto da atual posição competitiva da Mercedes, que está muito longe da era dominante entre 2014 e 2021.

No panorama atual, onde a Mercedes não é um concorrente regular às vitórias e ao título, não tendo garantido um pódio antes do Canadá nesta temporada, o seu desempenho em Montreal é imensamente encorajador. Esta corrida marcou um potencial ponto de viragem para a Mercedes, indicando que podem estar no caminho da recuperação.

Russell, apesar de ter sido duro consigo próprio por não converter a pole position em vitória, pode orgulhar-se de ter conseguido o seu primeiro pódio da época e o da Mercedes. A sua capacidade para superar o seu colega de equipa Lewis Hamilton e extrair o máximo desempenho do melhorado Mercedes W15 é um testemunho tanto da sua habilidade como da evolução do carro.

O fim de semana também mostrou a nova asa dianteira da Mercedes, que parece ter proporcionado o aumento de desempenho que a equipa esperava. Esta atualização, afastando-se do conceito de baixa resistência e criando mais carga aerodinâmica, parece ter tido um impacto significativo. A forte exibição da Mercedes ao longo do fim de semana, que culminou com um resultado de pódio e um quarto lugar, com a volta mais rápida, valeu-lhes 28 pontos, a melhor soma de pontos desde o Grande Prémio de Espanha de 2023.

Este resultado é um sinal claro de que a Mercedes faz progressos tangíveis. O desempenho no Canadá deu à equipa uma confiança renovada de que pode competir consistentemente nas próximas corridas, potencialmente tornando-a uma luta a quatro pelas primeiras posições.

Foto: Philippe Nanchino/ MPSA

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
7 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
NOTEAM2.0
NOTEAM2.0
6 dias atrás

E o Russell necessitava de um fim de semana assim!
A sua vida não tem sido fácil ultimamente, entre erros graves, azares, o seu companheiro a ganhar ascendente, acusações de favoritismo … o Russell parecia estar a perder força até dentro da própria equipa.
Mas a verdade é que voltou a demonstrar que a sua velocidade está intacta, percebe-se que continua algo ansioso, parece estar constantemente com a vontade de mostrar tudo de uma só vez, mas quando o carro é competitivo e está do seu agrado, o Russell pode ser tão rápido como qualquer outro piloto na F1.

Leandro Marques
Leandro Marques
6 dias atrás

Na maior parte das vezes discordo frontalmente das vossas apreciações sobre as corridas. Esta é apenas mais uma dessas vezes. O carro que pilotava, neste GP e para as condições em que ele se disputou, se não era o melhor (que acho que era) seria seguramente o segundo melhor atrás da McLaren. Conseguiu sim foi, com erros próprios, perder a liderança e ainda um lugar mais. Eu que nem aprecio o hamilton, para mim, esteve bem melhor (tirando a qualificação) que o seu companheiro, o que tem sido raro.
Para mim os destaques foram Max e Lando.

2020
2020
Reply to  Leandro Marques
6 dias atrás

Max?

Leandro Marques
Leandro Marques
Reply to  2020
6 dias atrás

Já sei que para ti só se pode escolher entre Sainz e Leclerc. Para o ano o piloto espanhol já não poderá ser escolhido.

Thor
Thor
6 dias atrás

Ótimo tinha sido senão saísse de pista sozinho, sem pressão
e perdesse o 2° lugar.

Scirocco
Scirocco
6 dias atrás

Tem sem dúvida talento e velocidade. Mas ainda comete muitos erros e não tem ainda a necessária calma para esperar. Faz ainda lembrar o Leclerc que tinha as mesmas qualidades e por sinal os mesmos problemas.

917/30
5 dias atrás

Com ou sem erros bateu o colega de equipa tanto em treinos como em corrida, contra factos não há argumentos!

últimas F1
últimas Autosport
f1
últimas Automais
f1
Ativar notificações? Sim Não, obrigado