GP Austrália F1, Lewis Hamilton: “Perdi na largada. Depois foi só trazer o carro para casa”

Por a 17 Março 2019 11:42

Lewis Hamilton terminou o Grande Prémio da Austrália no segundo lugar, a 20 segundos do seu colega de equipa, Valtteri Bottas. Apesar de danos no carro, Hamilton nunca teve ninguém a contestar a sua segunda posição.

O atual campeão mundial realça o excelente trabalho que a equipa fez em Melbourne, conseguindo o máximo de pontos – note-se que Valtteri Bottas também fez a volta mais rápida do fim-de-semana, logo acrescentou mais um ponto aos 25 da vitória.

“Foi um fim-de-semana incrível para a equipa. Saímos daqui de Melbourne com o máximo de pontos. O Valtteri foi excecional, parabéns a ele. Tivemos uma corrida muito simples. Perdi a minha posição na largada e a partir daí foi só levar o carro para casa. Acabei por parar cedo para cobrir a Ferrari e o Sebastian. Levo 18 pontos para casa. Agora é continuar a trabalhar, recarregar baterias para a próxima corrida.”

8
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
RogerM
Membro
RogerM

Ainda é cedo. Mas acho o Hamilton e Vettel dois pilotos excepcionais mas que quando mexem com o psicológico dos mesmos, podem fraquejar. Se o Bottas o começar a bater, poderemos ver o Hamilton a duvidar novamente da própria equipa, tornando-se o Bottas o novo alvo da Skysports.

rfz
Membro
rfz

Um piloto com 5 títulos mundiais, com uma carreira impressionante e fraqueja psicologicamente?!?! Esta foi a primeira prova do ano!!!

RogerM
Membro
RogerM

É rever a temporada na qual o Rosberg foi campeão, e entenderá. Com algumas alegações de favorecimento da equipa ao colega. Não se esqueça dos tempos que foi batido pelo Button, quando enfrentava alguns problemas pessoais.

bemvindo
Membro
bemvindo

RogerM um piloto que fraqueja facil psicologicamente nâo recupera muitos pontos perdido Como em 2016(contra o proprio rosberg)rosberg ganhou o campeonato e bem.mas com quantos pontos de vantagem?..quantos pontos o Lewis recuperou?..e o motor novo na malasia que se partiu quando o mesmo liderava o gp comfortavelmente?..o proprio nico roberg admitiu que nâo é nada facil bater o Lewis.pelos campeonatos passado(2016 e 2017 por ex)Lewis quando esteve em desvantagem deu a volta.e um piloto assim na minha opiniâo é forte psicologicamente.

rfz
Membro
rfz

Mas você acha que alguém (seja lá quem for) atinge o que um Hamilton atinge tendo fraquezas psicológicas?!?!?

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

lol Ainda agora acabou a primeira corrida e já estamos a preparar as teorias. A realidade é que se há piloto que consegue recuperar destas desvantagens é Hamilton. Em 5 títulos teve de recuperar muitos pontos em 4 deles. Assim que ele deve estar mais preocupado pela largada falhada, o carro não ter respondido como ele queria, não ter ritmo, o que seja. Do que Bottas ter ganho uma corrida. Mas pronto, como sempre, ele diga o que disser sempre vai ser crucificado. Até quando elogia o companheiro de equipa ou alguma adversário dizem que é mind-games, para na frase… Ler mais »

chicanalysis
Membro
chicanalysis

CUBRIR, Sr. Pacheco ?
Por falar em cobrição, parece que o Bottas, finalmente se fartou de ser “coberto” pelo Hamilton. Ao menos isso, para que o arroz mude um bocadinho de sabor. Mas acho que foi um caso isolado, a ordem natural das coisas levará de novo o Hamilton para cima.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Depende de como Bottas lidar com ser batido pelo Hamilton ou conseguir manter a pressão ao longo do ano. Afinal só está na equipa onde tem o piloto que mais pontos de desvantagem recuperou nos campeonatos… Mas ao menos poderá ficar interessante 8se, como disse, Bottas manter o ritmo e Hamilton responder em igual medida). Visto que dos lados da Ferrari vem mais do mesmo, o segundo piloto está lá para servir o primeiro e acabou.

últimas F1
últimas Autosport