/formula1/f1/formula-1-christian-horner-masi-cometeu-um-erro-mas-deveria-ter-tido-mais-apoio/?utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=formula-1-christian-horner-masi-cometeu-um-erro-mas-deveria-ter-tido-mais-apoio&utm_source=rss&utm_medium=rss&utm_campaign=formula-1-christian-horner-masi-cometeu-um-erro-mas-deveria-ter-tido-mais-apoio
Fórmula 1, Christian Horner: Masi “cometeu um erro”, mas “deveria ter tido mais apoio” | AutoSport

Fórmula 1, Christian Horner: Masi “cometeu um erro”, mas “deveria ter tido mais apoio”

Por a 29 Junho 2022 15:05

A polémica instalou-se na Fórmula 1 após a última corrida de 2021, o GP de Abu Dhabi, que decidiu o título mundial de pilotos e que resultou no afastamento do então diretor de corrida da FIA, Michael Masi. Christian Horner e a estrutura da Red Bull sempre defenderam as decisões da direção de prova após a entrada do Safety Car. A FIA anunciou já este ano, que foram cometidos erros durante esse período da corrida que tiveram impacto direto no resultado.

Em declarações recentes numa conferência da Cambridge Union, Christian Horner admitiu que Masi “cometeu um erro na medida em que não permitiu que todos os carros com voltas de atraso ultrapassassem. Penso que havia três carros que foram mantidos no fundo do pelotão”.  Ainda assim, Horner não se referiu ao facto do Safety Car ter entrado para as boxes uma volta antes do regulamentado, conforme a análise produzida pela FIA. “Esse foi o único erro que ele cometeu”, afirmou o responsável da Red Bull. Horner revelou ainda, que gostaria de ter visto mais apoio da FIA para Masi. “Fiquei muito decepcionado com a forma como a FIA lidou com Michael”, disse Horner, que considera que o então diretor de corrida fez o seu melhor. “Isso aconteceu com a pressão que estava a sofrer”.
Horner reafirmou que ninguém queria uma decisão sobre o campeonato do mundo trás do Safety Car.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas Autosport Exclusivo
últimas Autosport
autosport-exclusivo
Autosport

GRÁTIS
BAIXAR