/formula1/f1/foi-assim-em-1994-ha-30-anos-o-golpe-de-misericordia-para-a-lotus/
Foi assim em… 1994: Há 30 anos, o golpe de misericórdia para a Lotus | AutoSport

Foi assim em… 1994: Há 30 anos, o golpe de misericórdia para a Lotus

Por a 10 Fevereiro 2024 15:36

O Team Lotus, na sua versão original e histórica, chegou a Monza, em 1994, em situação económica complicadíssima e a meio caminho para fechar as portas. Mas a Mugen Honda produziu um super-motor para a fase final da temporada, disponível só no carro de Johnny Herbert, e o inglês fez o que lhe competia e qualificou-se na quarta posição!

Como para a corrida a Lotus sabia ter menor desgaste de pneus do que os Ferrari, só os Williams pareciam poder dar-lhe luta – a Benetton estava sem Schumacher, punido com duas corridas de suspensão por ter ignorado a bandeira negra em Silverstone – mas logo na primeira curva foi tudo por água abaixo.

Como recordou Johnny Herbert, “fiz um belo arranque, cheguei em terceiro lugar à travagem para a chicane e, de repente, o Irvine acertou-me em cheio e nem cheguei a virar o volante para a esquerda….” Na época as corridas ainda eram paradas quando se davam incidentes deste género nas primeiras duas voltas, pelo que Herbert pode arrancar para a prova com o carro de reserva, mas com o motor antigo nunca esteve nas primeiras posições antes de abandonar.”

Na frente Damon Hill não teve competição, ganhou tranquilo e aproximou-se do ausente Schumacher no Mundial, mas para a Lotus o resto da temporada foi um penoso arrastar que culminou com o fecho da escuderia no final da temporada.”

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas AutoSport Histórico
últimas Autosport
autosport-historico
últimas Automais
autosport-historico