F1: Renault esteve bastante competitiva

Por a 12 Junho 2019 09:49

A equipa do construtor francês não tem tido a melhor das temporadas, com problemas de fiabilidade nas suas unidades de potência a condicionarem as
suas performances. No Canadá, num circuito em que a potência e o consumo são preponderantes, mostrou-se bastante competitiva. Daniel Ricciardo foi o quarto na grelha de partida e na corrida venceu a corrida do segundo pelotão, ao terminar no sexto lugar. Nico Hulkenberg secundou bem o seu colega de equipa, com o sétimo posto, sendo a primeira vez este ano que a formação de Enstone terminou com os seus dois carros nos pontos. Ainda assim, ambos os pilotos ficaram a mais de uma volta de Hamilton, mostrando que a Renault tem ainda um longo caminho a percorrer até apanhar as três grandes.

Para Cyril Abiteboul, Director da Equipa: “Este fim-de-semana não é mais do que o projeto que nos propusemos como objetivo e a demonstração de que somos capazes do alcançar. Precisamos que continue nas próximas corridas e a sexta posição do Daniel (Ricciardo) e a sétima de Nico (Huleknberg), são os melhores resultados possíveis nesta fase, em condições normais, da nossa época. Os pilotos estiveram impecáveis durante todo o fim-de-semana. O Daniel foi excecional na sua volta de qualificação, deu-nos um sorriso quase tão largo como o dele!

“O resto da equipa executou tudo de forma impecável, devolvendo-nos a confiança e não esquecendo os erros cometidos no início da época. Continuamos muito concentrados e conscientes do trabalho que temos de fazer. Estamos a avançar para o Grande Prémio de França a partir desta noite, uma vez que marca a segunda etapa do nosso plano de recuperação. A primeira foi do lado do motor, que beneficiou da visibilidade e do reconhecimento que mereceu num dos circuitos mais desafiantes do calendário.”

1
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
pantufas67
Membro
pantufas67

Apesar de grandes melhorias este resultado está muito aquém da obrigação de um monstro como a Renault. Ter um motor Honda à frente é uma vergonha, e só não são dois porque o Gasly é uma nódoa e também apanhou uma volta.

últimas F1
últimas Autosport