F1: Novo motor para Charles Leclerc pode incluir peças de 2020?

Por a 14 Novembro 2019 09:35

A Ferrari confirmou que Charles Leclerc será penalizado por troca de motor, o que implicará uma queda de 10 lugares na grelha de partida para o GP do Brasil de F1. O jovem piloto da Scuderia teve um problema no último treino do GP dos EUA o que o obrigou a reverter para uma unidade motriz com uma especificação anterior, facto que o que impediu de lutar pela pole, mas agora a Ferrari pode aproveitar para testar peças para seu motor de 2020 este fim de semana no Brasil.

O motor da equipa da Maranello tem vindo a ser uma tema quente, depois da FIA em Austin ter emitido um esclarecimento relativo à forma como o fluxo de combustível máximo é medido. Ao mesmo tempo, a vantagem de potência anterior da Ferrari desapareceu. Pode não ter nada a ver, mas também pode não ter sido coincidência. Só a Ferrari sabe (Binotto diz que Leclerc utilizou um motor ‘velho’) e essas ilações só serão tiradas nas duas próximas corridas: “A realidade é que ninguém sabe por que a Ferrari não foi competitiva nos EUA”, disse o ex-campeão mundial de F1, Mika Hakkinen na sua coluna da Unibet: “Mas qualquer que seja a razão, será um foco de melhoria para a equipa pois eles vão para as duas últimas corridas da temporada já a preparar o próximo ano”, acrescentou.

A Ferrari negou que o esclarecimento da FIA, que surgiu a pedido da Red Bull, tenha sido a razão para a queda de desempenho em Austin.
Charles Leclerc, no entanto, terá uma nova unidade motriz instalada no Brasil, na sequência da sua falha no treino em Austin.
De acordo com o chefe de equipa, Mattia Binotto, parte da razão para o fraco desempenho de Leclerc em Austin deveu-se ao facto de ter utilizado um motor mais velho e “menos potente” na corrida: “Montar uma nova unidade motriz significa levar uma penalização na grelha em São Paulo, mas devemos voltar ao nosso nível normal de desempenho e mostrar algum espírito de luta para terminar a época com nota alta. Este fim de semana será importante para confirmar que estamos a fazer progressos com o nosso carro e para levar algum desse impulso para o trabalho de inverno”. A revista italiana Autosprint revelou que o novo motor do Ferrari SF90 de Leclerc no Brasil pode incluir “algumas peças novas de motor para 2020”.

13
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
últimas F1
últimas Autosport
Lost your password? Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.