F1: ‘Maratona’ de 2024 tem início no Barém: 24 provas de março a dezembro

Por a 27 Fevereiro 2024 11:42

A Fórmula 1 inicia a sua temporada de 2024 no Barém, com a corrida a realizar-se uma semana depois de três dias de testes coletivos no mesmo traçado. A época de Fórmula 1 de 2024 vai ter 24 corridas, arrancando com Grandes Prémios consecutivos no Barém e Arábia Saudita e termina com três corridas seguidas em Las Vegas, Catar e Abu Dhabi no final de novembro e início de dezembro.

Com o calendário a ser ajustado, avançando um dia, para ter em conta o início do Ramadão, o Grande Prémio do Barém tem início marcado para quinta-feira, 29 de fevereiro, com a corrida agendada para sábado, 2 de março. A corrida deste fim de semana marcará o 20º Grande Prémio do Barém, embora o número total de corridas realizadas na pista seja de 21: em 2020 foi também disputado o Grande Prémio de Sakhir, com Valtteri Bottas, nessa altura piloto da Mercedes, a cruzar a meta em primeiro lugar.

O Circuito Internacional do Barém é conhecido pela sua pista abrasiva, exigindo estabilidade na tração e na travagem para um melhor desempenho. As condições da pista são influenciadas pela temperatura, vento e areia que sopra para a pista. 

As equipas têm dados valiosos dos testes da pré-época, mas as estratégias de corrida dependerão da degradação dos pneus, enquanto o maior potencial de ultrapassagens acontece nas curvas 1, 4 e 11.

A estratégia preferida do ano passado foi a de duas paragens, utilizando os compostos C1 e C3, com o C2 a ser utilizado por apenas pela McLaren, que entrou muito mal na temporada de 2023. 

As duas corridas do Médio Oriente – Arábia Saudita segue-se à prova no Barém – terão os mesmos compostos de pneus de 2023. A primeira corrida do ano é uma das mais duras para os pneus, pelo que serão utilizados os C1, C2 e C3. Uma semana mais tarde, em Jidá, na Arábia Saudita, os pneus serão um pouco mais macios do que no Barém. Foram escolhidos os C2 como duro, C3 como médio e C4 como macio.

Lewis Hamilton detém o recorde de maior número de vitórias (cinco) no Barém, sendo a Ferrari a equipa mais bem sucedida, com sete vitórias. Max Verstappen venceu o Grande Prémio do ano passado, pondo fim a um jejum de 10 anos de vitórias da Red Bull naquele circuito.

A Fórmula 1 vai ser acompanhada pela Fórmula 2 e 3, que servirão de competições de apoio durante o Grande Prémio do Barém.

Foto: MPSA/Phillippe Nanchino

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
1 Comentário
Inline Feedbacks
View all comments
GuiMoreiraMclaren
GuiMoreiraMclaren
1 mês atrás

Hierarquia expectável para o GP Bahrein não quer dizer que se mantenha para a época:
1º Ferrari
2º Red Bull, +0.15s
3º Mercedes, +0.45s
4º Mclaren, +0.60s
5º RB Visa, +0.80s
6º Aston Martin, +1.20s
7º Williams, +1.35s
8º Alfa Romeo, +1.50s
9º Alpine, +1.80s
10º Haas, +2.05s

últimas F1
últimas Autosport
f1
últimas Automais
f1
Ativar notificações? Sim Não, obrigado