F1, Kevin Magnussen: “eu não tinha para onde ir, não posso desaparecer assim do nada”

Por a 27 Maio 2024 12:15

Kevin Magnussen (Haas VF-24/Ferrari) teve muita sorte de ter escapado do Mónaco sem ser penalizado. É verdade que Pérez podia ter deixado mais espaço, mas por ali há muito pouco disso, e ver para trás é algo que ninguém consegue. Felizmente, nada de grave sucedeu no acidente em que se envolveu com Sergio Pérez e Nico Hulkenberg, os Comissários Desportivos entenderam que foi incidente de corrida, mas se isto fosse linguagem ‘futebolês’ para nós era um amarelo ‘alaranjado’…

A Haas tinha os dois carros a partir de trás, graças a uma infração técnica que os desclassificou da qualificação. Isto já era mau o suficiente numa pista como o Mónaco, onde a posição na grelha é rei, mas o pior veio logo a seguir. Magnussen tentou uma manobra sobre Pérez no início da subida da colina, mas a diferença diminuiu e ele bateu na traseira do Red Bull, fazendo com que Pérez fosse de encontro a Hulkenberg. Ambos os carros da Haas ficaram imediatamente fora da corrida, e a equipa também tem de suportar uma grande conta de danos. Felizmente para o dinamarquês, dada a sua contagem de pontos de penalização, os comissários de pista optaram por não investigar o caso.

Para Nico Hulkenberg: “Estou desapontado e um pouco chateado, para ser honesto, por estar fora depois de 500 metros. É óbvio que está longe de ser o ideal ter os dois carros fora de pista e eu fui eliminado por um incidente em que não estive diretamente envolvido. Obviamente, aqui é bastante estreito até à Curva 3. É uma enorme pena, as coisas estavam a ficar muito apertadas ali, foi um incidente de corrida – talvez tenha parecido um pouco otimista da parte do Kevin – mas o Checo também o podia ter visto e deixado espaço, por isso o resultado é obviamente infeliz.”

Já Kevin Magnussen, tem uma visão diferente: “Eu estava com a minha frente ao lado da traseira de Perez desde a saída da Curva 1, na corrida até a Curva 3. Ele vai em direção ao muro, o muro volta um pouco para a pista e eu não tinha para onde ir. Não sei se ele não me viu, mas não posso desaparecer assim do nada, por isso fiz contacto com o muro e com ele ao mesmo tempo, e batemos. É frustrante e um acidente como este tem um custo elevado para a equipa em termos de peças sobresselentes e de fabrico de novas peças, bem como muito trabalho para a equipa, nunca é bom.”

Para Ayao Komatsu, Diretor da Equipa: “Partindo da P19 e da P20, tínhamos um plano de estratégia alternativo para tentar tirar partido da situação, mas infelizmente a nossa corrida terminou na primeira volta. Foi um domingo para esquecer e só temos de aprender com este fim de semana, seguir em frente e conseguir um bom resultado no Canadá.”

Caro leitor, esta é uma mensagem importante.
Já não é mais possível o Autosport continuar a disponibilizar todos os seus artigos gratuitamente.
Para que os leitores possam contribuir para a existência e evolução da qualidade do seu site preferido, criámos o Clube Autosport com inúmeras vantagens e descontos que permitirá a cada membro aceder a todos os artigos do site Autosport e ainda recuperar (varias vezes) o custo de ser membro.
Os membros do Clube Autosport receberão um cartão de membro com validade de 1 ano, que apresentarão junto das empresas parceiras como identificação.
Lista de Vantagens:
-Acesso a todos os conteúdos no site Autosport sem ter que ver a publicidade
-Oferta de um carro telecomandado da Shell Motorsport Collection (promoção de lançamento)
-Desconto nos combustíveis Shell
-Acesso a seguros especialmente desenvolvidos pela Vitorinos seguros a preços imbatíveis
-Descontos em oficinas, lojas e serviços auto
-Acesso exclusivo a eventos especialmente organizados para membros
Saiba mais AQUI
Subscribe
Notify of
5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Leandro Marques
Leandro Marques
21 dias atrás

Nao era necessário desaparecer, bastava ter parado de acelerar e carregar no travão. Foi incidente de corrida mas K-Mag podia e deveria ter feito um pouco mais para o evitar.

2020
2020
Reply to  Leandro Marques
21 dias atrás

O Perez em Miami tb poderia ter evitado aquilo no arranque que por milagre não acertou em ninguém, inclusive no companheiro de equipa…
Só quem lá está, são fracções de segundos a 250 km/h e a 3 m do carro da frente?!…

917/30
21 dias atrás

A melhor maneira de desaparecer era não estar lá…

eduardo-lucassapo-pt
eduardo-lucassapo-pt
21 dias atrás

José Luis Abreu, dizer que o Magnussen “…bateu na traseira do Red Bull….” é manifestamente exagerado!

2020
2020
Reply to  eduardo-lucassapo-pt
21 dias atrás

Só falta dizer que ia atrás dele para ajuste de contas…
Ridículo.

últimas F1
últimas Autosport
f1
últimas Automais
f1
Ativar notificações? Sim Não, obrigado