F1: Chase Carey admite busca por alternativas aos combustíveis fósseis

Por a 14 Agosto 2019 15:30

Chase Carey, CEO da Fórmula 1, diz que a Liberty Media está numa busca intensa por uma alternativa aos combustíveis fósseis usados no desporto atualmente. Em 2014 foram introduzidos motores híbridos V6, o que foi visto como um passo em frente para usar combustíveis mais ecológicos, mas mais mudanças estão a chegar.

“Uma das nossas prioridades, e vamos fazer mais no outono, é uma história que ainda não foi contada na F1: são os avanços que fizemos até agora em termos de sustentabilidade. O motor híbrido, que foi lançado há alguns anos, foi um incrível passo em frente em termos de eficiência de combustível, mantendo a potência. E estamos a trabalhar agressivamente em coisas como combustíveis sintéticos, a trabalhar com a indústria de petróleo como um todo em combustíveis sintéticos, biocombustíveis e hidrogénio”, disse Chase Carey que acrescenta: “Acho que, até o final do ano, a questão da sustentabilidade vai tornar-se muito mais central. Conversamos com vários parceiros, e eles estão bastante entusiasmados com a ideia”.

Espera-se assim, no futuro, que a F1 passe a ser mais amiga do ambiente. Esperemos apenas que não se perca nada daquilo que é a essência do desporto: a potência e a velocidade.

25
Deixe um comentário

Please Login to comment
  Subscribe  
Notify of
asilvestre
Membro
asilvestre

Acho a questão do Hidrogénio muito boa, até porque podem “passar a rasteira” à Formula E.

RogerM
Membro
RogerM

O problema com o Hidrogénio, tem haver com o seu armazenamento e produção. Se conseguissem criar baterias mais ecológicas e com maior alcance e rápido carregamento, em conjunto com motores eléctricos mais eficientes, o hidrogénio seria uma tecnologia mais destinada a viaturas com longo alcance ou até como um extensor de autonomia.

gearless02
Membro
gearless02

A produção de hidrogénio é do mais simples possível… o seu armazenamento e transvase é que levanta muitas dores de cabeça. Sendo um gás tem de ser armazenado sob tensão para ter autonomia, e para isso, os depósitos terão de ser pesados. Outra alternativa, já usada com sucesso para o ar, é o uso de reservatórios de carbono, mas o problema dos impactos e derrames mantêm o alerta em vermelho…

RogerM
Membro
RogerM

A produção de Hidrogénio é do mais simples possível? Reveja bem isso, e qual a energia necessária para criar Hidrogénio.

gearless02
Membro
gearless02

O hidrogénio não se cria… sempre que bebe água está a beber hidrogénio, sabia? O hidrogénio é produzido, na verdade, libertado, através da electrólise da água, de resíduos e de muitas outras maneiras. Faça uma pesquisa… “O hidrogénio (H) é um elemento químico gasoso, cujo núcleo atómico contém um protão rodeado por um eletrão. O hidrogénio localiza-se no primeiro período da Tabela Periódica, mas não pode ser incluído em nenhum grupo. É um gás incolor, inodoro, insolúvel na água, menos denso que o ar e é o mais leve de todos os elementos. Possui número atómico 1 e massa atómica… Ler mais »

chicanalysis
Membro
chicanalysis

Caro gearless, é muito fácil ir à Wikipédia e copiar umas generalidades para dar aspeto de entendido. O que o meu amigo não sabe (porque não está lá) é que para uso nos motores a pureza tem de ser superior a 99,9% o que não é possível de obter pelos processos convencionais, daí o preço de produção (ou sintetizaçao) ser realmente muito elevado. A juntar a isso estão os já referidos problemas de armazenamento, transporte e o facto de 95% do hidrógenio produzido ter por base os combustíveis fósseis, o que deita por terra a maior parte das vantagens ambientais.… Ler mais »

Mdovbs
Membro
Mdovbs

Lamento mas está errado.

gearless02
Membro
gearless02

Explique lá, devagarinho, como é que se torna o hidrogénio impuro???? E, se reparou, se calhar estou a pedir muito… o texto copiado da wiki, está entre-aspas

Mdovbs
Membro
Mdovbs

Acho que quem tem que estudar é o meu caro!

chicanalysis
Membro
chicanalysis

Agora até disse umas coisas acertadas RogeM, quem lhe está a dar pontos negativos (e me vai dar a mim) não percebe nada do assunto.

RogerM
Membro
RogerM

Uma das prioridades deveria ser o de trazer mais competitividade entre equipas, ao invés de parecer a FMercedes. E apostando em unidades motrizes ainda mais complexas…só ficam a beneficiar fabricantes com grande cota de mercado de viaturas civis, que possam absorver os investimentos em novos conceitos mecânicos…saindo a Mercedes como uma das equipas mais beneficiadas. Mas com a ultima noticia de uma possível multa milionária à Mercedes por discrepâncias nas emissões dos seus automóveis, ainda vemos essa soberania a terminar antecipadamente.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Passaste de repetir que o Verstappen ia para a Mercedes para este. Agora só repetes isto todos os comentários. Não cosnegues fazer comnetários que não envolvam a Mercedes? (directa ou indirectamente). É que estás totalmente obcecado por eles. lol

RogerM
Membro
RogerM

E não consegues parar de responder aos meus comentários…da maneira que ages, não admira que cries um novo nickname depois do frenando_afondo e Sir seb_spins_alot, para o roger_talks_too_much.

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

“e não consegues parar de responder aos meus comentários”. Nas últimas 20 notícias só te respondi ao comentário acima (e este comentário, obviamente). Vives na tua bolha onde achas que és importante. haha.

De resto toda a gente sabe que tens umas 0009 contas, excusas de tentar projectar essa nos outros. Não cola.

aguia25
Membro
aguia25

Zzzzzzzz zzzzzzzz

Eu_não_sou_o_frenando_afondo
Membro
Eu_não_sou_o_frenando_afondo

Agora depende em que baseiam esses bio-combustíveis. Se basearem em desperdício de algum tipo de alimento ou outra coisa qualquer não-alimentar mas que crie desperdício, seria perfeito, visto que o desperdício seria aproveitado. Se basearem em algum tipo de alimento específico, isso vai fazer o preço aumentar em flecha e torna-se um grande problema. De resto parece-me muito bem que a F1 use este tipo de combustível e ajude no seu refinamento e aumento da eficiência. Ajudaria certos campos da indústria que têm de continuar a usar motores de combustão interna a reduzir as emissões, visto que as alternativas ainda… Ler mais »

can-am
Membro
can-am

Os bem comportadinhos do politicamente correcto não podem passar um dia sem dizerem das suas. Como se as corridas de carros poluissem alguma coisa de significativo.
Poluem mais os vossos queridos carrinhos a pilhas !
Tudo histórias muito mal contadas!

gearless02
Membro
gearless02

Tenho de concordar consigo… o problema do eléctrico é que o motor em si, é extremamente eficiente e de fácil execução e manutenção. Mas o armazenemento é péssimo em termos de eficiência (peso, carga vs descarga, pêrda em vazio, recuperação e posterior reciclagem)

RedDevil
Membro
RedDevil

Já existe há muito combustíveis ecológicos que podem substituir os fósseis: o etanol e o metanol (se produzido a partir de madeira).
[nota: o metanol normalmente é produzido a partir de carvão e gás natural]

A F1 é uma modalidade onde o motor de combustão interna é obrigatório, a solução hidrogénio na sua configuração mais “popular” (célula de combustível) é equivalente à Formula E, e, a sua utilização em MCI não está a ser desenvolvida a “sério”.

gearless02
Membro
gearless02

Ecológicos a que nível? Produção? Nem por isso… Rendimento? Igual… Armazenamento? Igual… Combustão? Igual… Gases emitidos? Melhor… mas mantêm-se o problema do carbono…

RogerM
Membro
RogerM

A indústria automobilística devia bater o pé, e sensibilizar os Legisladores, para a poluição atmosférica gerada pelo o tráfego marítimo. Vejam quanto polui um paquete de luxo em média, por cada viagem.

F1_4ever
Membro
F1_4ever

Só há pouco tempo se começou a falar nisso, ainda pior que esses paquetes são os cargueiros e grandes petroleiros que queimam uma “mistela” que é o último resíduo depois do petróleo refinado e que polui imenso. E os aviões? Pelo que li no outro dia os aviões não estão abrangidos pelas leis anti-poluição que vigoram actualmente e o número de viagens aéreas têm aumentado cada vez mais.

asfalto
Membro
asfalto

Se estivessem preocupados com a poluição, acabavam com as centrais elétricas a carvão.

jacinto-18
Membro
jacinto-18

Bom dia eu proponho motores a vinho. Portugal como grande produtor vai estar na linha da frente. Imaginem os Mercedes em vez de Petronas, terem Monte velho. Há e os meninos beberem pelo menos uma garrafa antes de cada corrida, assim é que era.

c-29061726
Membro
c-29061726

A passos largos para acabar com a F1 e com o algum interesse que a mesma tem.

últimas Destaque Homepage
últimas Autosport