/formula1/f1/f1-brawn-admite-promotores-podem-vir-pedir-um-desconto/
F1: Brawn admite que promotores podem vir a pedir um desconto | AutoSport

F1: Brawn admite que promotores podem vir a pedir um desconto

Por a 26 Janeiro 2017 12:59

Ross Brawn, o novo ‘manager director’ da Fórmula 1 já admitiu que os promotores dos grandes prémios podem vir a pedir um desconto nos ‘fees’ a pagar à Liberrty Media, a nova proprietária dos direitos comerciais da modalidade. O antigo diretor da equipa Mercedes e Brawn GP concede que a saída de Bernie Ecclestone pode fazer baixar o preço de inscrição no campeonato aos organizadores das corridas.

O antigo ‘patrão’ da F1 era conhecido pela sua insensibilidade às dificuldades financeiras dos promotores das corridas, por isso Brawn considera que há que fazer concessões nesse capítulo. E é também por isso que considera que tanto a Alemanha como a Grã-Bretanha têm grande futuro no calendário da disciplina.

Além disso, o novo ‘manager director’ da F1 também admite que é importante reforçar a presença da modalidade na América, não apenas com mais contactos e negociações com pessoas como Bobby Epstein – promotor do Grande Prémio em Austin – mas com outros potenciais organizadores noutras localizações dos Estados Unidos.

“Penso que a Liberty está ciente dos pontos fracos na infraestrutura deste desportivo e espero que contemple de variadas formas uma ajuda aos promotores”, afirmou há dias Epstein. Questionado pelo Auto Motor und Sport se a saída de Ecclestone e a chegada da Liberty seria uma vantagem para os promotores de grandes prémios que estão em dificuldades, Ross Brawn respondeu que provavelmente sim.

“Não podemos ignorar o facto de que os promotores têm eles próprios dificuldades em se financiar a si próprios”, considerou o britânico. “Podemos ajudá-los de várias formas. Podemos pedir menos, mas podemos também ajudar os promotores a terem mais receitas, de modo aqueles consigam pagar os ‘fees’”, referiu. “Do nosso ponto de vista é melhor aumentar as receitas dos promotores do que reduzir os custos das corridas para eles”, acrescentou Ross Brawn.

Nuno Barreto Costa

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
últimas FÓRMULA 1
últimas Autosport
formula1